Opiáceos: como a indústria farmacêutica iniciou uma crise de overdoses

Como a indústria farmacêutica iniciou uma crise de overdoses nos EUA

por Henrique Santana
2 de março de 2018
compartilhar
visualização
Em meados da década de 1990, gigantes da indústria farmacêutica norte-americana se lançaram em uma campanha de lobby agressiva para comercializar analgésicos a base de opiáceos. Hoje, no entanto, a popularização da droga levou a maior crise de mortes causadas por overdose da história do país

Em 2016, o índice de mortes por overdose nos Estados Unidos bateu recordes, matando mais do que acidentes de trânsito e armas de fogo. O principal responsável pelo surto, no entanto, não foram as drogas ilícitas, mas analgésicos de opiáceos prescritos por médicos que se popularizaram na década de 1990, após uma campanha agressiva da indústria farmacêutica norte-americana para ampliação de seu mercado consumidor.

Leia mais na edição de fevereiro do Le Monde Diplomatique Brasil: http://diplomatique.org.br/overdoses-…

Gosta dos nossos vídeos? Inscreva-se em nosso canal do YouTube: https://www.youtube.com/diplobrasil?s…



Artigos Relacionados

Qual é o plano?

A guerra às drogas precisa parar. Os presidenciáveis estão preparados para essa conversa?

por Juliana Borges
O AGRO NÃO PRODUZ COMIDA, PRODUZ FOME

Cozinhas Populares apontam caminhos para a soberania alimentar

por Campanha Periferia Viva
AUDIOVISUAL

Kleber Mendonça Filho: “O que é a cultura no governo Bolsonaro? Não é”

Online | Brasil
por Carolina Azevedo
DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA

Qual o futuro do bolsonarismo?

Online | Brasil
por Vários autores
O AGRO NÃO PRODUZ COMIDA, PRODUZ FOME

A história que o agro não conta: violência, fome e devastação

por Mariane Martins
DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA

Estratégias discursivas do candidato Bolsonaro

Online | Brasil
por Vários autores
ELEIÇÕES PARA O SENADO

O sprint de Damares Alves

Online | Brasil
por Marina Basso Lacerda

Juventudes com sonhos atacados vai às urnas

Online | Brasil
por Lucas Louback Silva