Um futuro redesenhado pelas mãos das mulheres negras é possível

CHEGARÁ O MOMENTO DE TRIUNFARMOS APÓS ANOS DE LUTA

Um futuro redesenhado pelas mãos das mulheres negras é possível

por Anielle Franco
1 de setembro de 2021
compartilhar
visualização

A trajetória de vida das mulheres negras e o compromisso com um novo modo de viver produziram efeitos em nosso ativismo e no papel que desempenhamos em todos os espaços de poder. Quando uma mulher negra age para solucionar os problemas enfrentados por seu grupo, ela atende aos problemas mais estruturantes da sociedade

Há anos, mulheres negras vêm empreendendo esforços no sentido de dar respostas às necessidades e urgências de suas comunidades locais. Em 2020, com a pandemia de Covid-19, mais uma vez a ação desse grupo foi requerida e novamente elas construíram e adotaram soluções para seus problemas, que dessa vez envolvia a maior crise sanitária, política …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

DIREITO À CIDADE

Os desafios da precarização do trabalho e o avanço da nova informalidade nas metrópoles

por Vários autores
COPA: FUTEBOL E POLÍTICA

Brasis no Catar: primeiro carnaval, primeiro pelourinho também

por Helcio Herbert Neto
SEGURANÇA ALIMENTAR

Entre o consignado e a fome: tumultos e cozinhas solidárias

Online | Brasil
por Denise De Sordi
IDEIAS PARA UM BRASIL DEMOCRÁTICO

A democracia na mira das plataformas digitais

Online | Brasil
por Aline Souza, Nataly Queiroz e Sheley Gomes
RESGATE DE IDENTIDADE E HONRA DE UMA ETNIA PERSEGUIDA

Justiça retributiva e vingança

Online | Mundo
por Felipe Labruna
ENTREVISTA

Editor do Wikileaks: 'o jornalismo está sob grave ameaça'

Online | Mundo
por Carolina Azevedo
A CRISE NA CULTURA

Editais de cultura no Paraná: campo de influência na capital controla o estadual

por Por Rodrigo Juste Duarte com colaboração de pesquisadores da rede do Observatório da Cultura do Brasil
A CRISE DA CULTURA

Lei Aldir Blanc e os editais do “cercadinho de Curitiba”

por Rodrigo Juste Duarte com colaboração de pesquisadores da rede do Observatório da Cultura do Brasil