A internet em quilombos e áreas rurais do Nordeste

NÃO TEM PARA TODO MUNDO, É CARA E DÁ PROBLEMA QUANDO CHOVE

A internet em quilombos e áreas rurais do Nordeste

por Edna Andrade, Nilson José, Paulo Victor Melo e Tâmara Terso
3 de março de 2022
compartilhar
visualização

Longe de ser um caso isolado, a realidade vivenciada pelo quilombo Sumidouro, impossibilitado pela pandemia e pela falta de internet de seguir negociações com empreendimentos de energia eólica em sua região, é emblemática de um cenário mais amplo de negação do acesso à rede e às tecnologias digitais aos grupos mais vulnerabilizados da população

Quando o Brasil registrou os primeiros casos de contaminação por Covid-19, as famílias do quilombo Sumidouro, em Queimada Nova, Piauí, estavam em processo de negociação com empresas responsáveis por megaempreendimentos de energia eólica que, há alguns anos, têm provocado uma série de ameaças socioambientais. Com as medidas de distanciamento social, as reuniões passaram a ser …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

RESENHAS

Miscelânea

Edição 180 | Brasil
ENTREVISTA – EMBAIXADORA THEREZA QUINTELLA

Balança geopolítica mundial deve pender para o lado asiático

Edição 180 | EUA
por Roberto Amaral e Pedro Amaral
UMA NOVA LEI EUROPEIA SOBRE OS SERVIÇOS DIGITAIS

Para automatizar a censura, clique aqui

Edição 180 | Europa
por Clément Perarnaud

Para automatizar a censura, clique aqui

Online | Europa
EMPREENDIMENTOS DE DESPOLUIÇÃO

Música e greenwashing

Edição 180 | Mundo
por Éric Delhaye
NA FRANÇA, A NOVA UNIÃO POPULAR ECOLÓGICA E SOCIAL

Os bárbaros estão em nossas portas!

Online | França
por Pauline Perrenot e Mathias Reymond
“NO TOPO, O PODER CORROMPIDO; NA BASE, A LUTA INTRÉPIDA”

A revolta popular no Sri Lanka

Edição 180 | Sri Lanka
por Éric Paul Meyer
COMO ESCOAR O TRIGO DA UCR NIA

No front dos cereais

Edição 180 | Ucrânia
por Élisa Perrigueur