A ONU corre o risco de morrer? - Le Monde Diplomatique Brasil

UCRÂNIA E SÍRIA

A ONU corre o risco de morrer?

por Anne-Cécile Robert
3 de maio de 2022
compartilhar
visualização

Refugiados, alimentação, cuidados médicos… Todas as agências das Nações Unidas foram ativadas diante da guerra na Ucrânia. Entretanto, a instituição falha em sua missão primordial de garantir a paz e a segurança. O secretário-geral António Guterres levou 54 dias para lançar uma iniciativa diplomática. Depois do fiasco na Síria, a ONU vai falhar ainda mais profundamente?

Nova York, Conselho de Segurança das Nações Unidas, 21 de fevereiro de 2022. Após ter condenado, como a maioria de seus homólogos, a agressão russa contra a Ucrânia, o embaixador do Quênia, Martin Kimani, estendeu seu propósito: “Além do mais, condenamos categoricamente a tendência observada nestas últimas décadas entre alguns Estados poderosos, incluindo aí membros …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

PUNITIVISMO

Sobre morfinas, terrenos e o 8 de janeiro

Online | Brasil
por Hamilton Gonçalves Ferraz e Pedro Amorim
CAPITAL ESPECULATIVO

Globalização e Forças Armadas

Online | Mundo
por Antônio Carlos Will Ludwig
MIGRANTES VENEZUELANOS

Impressões do campo em Roraima

Online | Brasil
por Sofia C. Zanforlin
PARA COMPREENDER O NEOFASCISMO

O "fascismo eterno", revisitado

Online | Brasil
por Liszt Vieira
POVOS INDÍGENAS PÓS GOVERNO BOLSONARO

O Brasil verde-amarelo é um país sem cor

Online | Brasil
por Vinício Carrilho Martinez e Márcia Camargo
DIREITO À CIDADE

Inovação como integrante de um projeto social e político emancipatório

por Regina Tunes
TRABALHO

Meu chefe é um robô

Online | Mundo
por Herbert Salles
MÚSICA

O Brasil de hoje está em um disco de 1978

Online | Brasil
por Vinícius Mendes