Finlândia e Suécia quebram o ideal nórdico - Le Monde Diplomatique

DA NEUTRALIDADE SOCIAL-DEMOCRATA AO MILITARISMO NEOLIBERAL DA OTAN

Finlândia e Suécia quebram o ideal nórdico

por Heikki Patomäki
2 de junho de 2022
compartilhar
visualização

Ao atacar a Ucrânia para impedi-la de um dia ingressar na Otan, o presidente russo, Vladimir Putin, precipitou a adesão da Suécia e da Finlândia à Aliança Atlântica. O abandono da neutralidade, aclamada pela população há parcos seis meses, leva os dois países nórdicos a abdicar de algo que fazia parte de sua identidade e de sua excepcionalidade

Durante a Guerra Fria, os países nórdicos eram amplamente percebidos como um modelo de sociedade esclarecida e antimilitarista, comprometida com a justiça social e moralmente superior aos dois polos opostos da modernidade: os Estados Unidos e a União Soviética. As duas encarnações mais celebradas desse modelo foram por muito tempo a Suécia e a Finlândia. …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

ARQUITETURA

Brasília: imagens de Três Poderes

Online | Brasil
por Adalberto da Silva Retto Júnior
DISPUTA EM ABERTO

O papel vindicado pelos trabalhadores plataformizados na atual agenda de governo

Online | Brasil
por Gabriela Neves Delgado e Bruna Vasconcelos de Carvalho
PUNITIVISMO

Sobre morfinas, terrenos e o 8 de janeiro

Online | Brasil
por Hamilton Gonçalves Ferraz e Pedro Amorim
CAPITAL ESPECULATIVO

Globalização e Forças Armadas

Online | Mundo
por Antônio Carlos Will Ludwig
MIGRANTES VENEZUELANOS

Impressões do campo em Roraima

Online | Brasil
por Sofia C. Zanforlin
PARA COMPREENDER O NEOFASCISMO

O "fascismo eterno", revisitado

Online | Brasil
por Liszt Vieira
POVOS INDÍGENAS PÓS GOVERNO BOLSONARO

O Brasil verde-amarelo é um país sem cor

Online | Brasil
por Vinício Carrilho Martinez e Márcia Camargo
DIREITO À CIDADE

Inovação como integrante de um projeto social e político emancipatório

por Regina Tunes