FMI, as três letras mais odiadas do mundo - Le Monde Diplomatique

NOS CORREDORES DA MÁQUINA DE PUNIR

FMI, as três letras mais odiadas do mundo

por Renaud Lambert
1 de julho de 2022
compartilhar
visualização

Um véu de mistério envolve o Fundo Monetário Internacional (FMI), cujas regras parecem flutuar em função de motivações políticas: austeridade draconiana para alguns, generosidade sem limite para outros. A reportagem a seguir dá um mergulho no coração dessa instituição-mundo

A porta do elevador se abre. Duas jovens saem, prosseguindo sua conversa em um idioma do Leste Europeu. Seus crachás indicam que são búlgaras, e economistas. O encarregado de comunicação que nos acompanha, de origem palestina, apresenta o historiador da organização que nos recebe, um economista indiano, antes de nos levar ao gabinete do chefe …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

ARQUITETURA

Brasília: imagens de Três Poderes

Online | Brasil
por Adalberto da Silva Retto Júnior
DISPUTA EM ABERTO

O papel vindicado pelos trabalhadores plataformizados na atual agenda de governo

Online | Brasil
por Gabriela Neves Delgado e Bruna Vasconcelos de Carvalho
PUNITIVISMO

Sobre morfinas, terrenos e o 8 de janeiro

Online | Brasil
por Hamilton Gonçalves Ferraz e Pedro Amorim
CAPITAL ESPECULATIVO

Globalização e Forças Armadas

Online | Mundo
por Antônio Carlos Will Ludwig
MIGRANTES VENEZUELANOS

Impressões do campo em Roraima

Online | Brasil
por Sofia C. Zanforlin
PARA COMPREENDER O NEOFASCISMO

O "fascismo eterno", revisitado

Online | Brasil
por Liszt Vieira
POVOS INDÍGENAS PÓS GOVERNO BOLSONARO

O Brasil verde-amarelo é um país sem cor

Online | Brasil
por Vinício Carrilho Martinez e Márcia Camargo
DIREITO À CIDADE

Inovação como integrante de um projeto social e político emancipatório

por Regina Tunes