Informar tem seus perigos - Le Monde Diplomatique

CENSURA E REPRESSÃO NO MAGREB

Informar tem seus perigos

por Pierre Puchot
1 de julho de 2021
compartilhar
visualização

Alvo das autoridades argelinas e marroquinas, que instrumentalizam a justiça para amordaçá-los, os jornalistas estão na linha de frente da luta pela democratização de seus países. No Marrocos, dois processos ilustram esse conflito. Na Tunísia, apesar do fim da censura instaurada pelo antigo regime, o setor midiático luta para se estruturar

De Argel, a voz é calma; o tom, assertivo. Do outro lado da linha, Khaled Drareni, diretor do site Casbah Tribune, impressiona por sua serenidade. Condenado, em setembro de 2020, a dois anos de reclusão por “ameaçar a unidade nacional” e “incitar multidão desarmada”, e libertado em 19 de fevereiro de 2021 após onze meses …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

Junho de 2022: o plano Biden para a América do Sul

Online | América Latina
por Luciana Wietchikoski e Lívia Peres Milani
PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO POLÍTICA E SOCIAL

A reta final da Constituinte chilena

Online | Chile
por David Ribeiro
ARGENTINA

Isso não pode acontecer aqui...

Séries Especiais | Argentina
por José Natanson
RESENHAS

Miscelânea

Edição 180 | Brasil
ENTREVISTA – EMBAIXADORA THEREZA QUINTELLA

Balança geopolítica mundial deve pender para o lado asiático

Edição 180 | EUA
por Roberto Amaral e Pedro Amaral
UMA NOVA LEI EUROPEIA SOBRE OS SERVIÇOS DIGITAIS

Para automatizar a censura, clique aqui

Edição 180 | Europa
por Clément Perarnaud

Para automatizar a censura, clique aqui

Online | Europa
EMPREENDIMENTOS DE DESPOLUIÇÃO

Música e greenwashing

Edição 180 | Mundo
por Éric Delhaye