O impacto da crise nas classes sociais - Le Monde Diplomatique

CONFLITOS INEVITÁVEIS

O impacto da crise nas classes sociais

Edição - 33 | França
por Eric Dupin
1 de abril de 2010
compartilhar
visualização

Os trabalhadores franceses estão desiludidos e entendem que são explorados, mas não sabem como se revoltar contra esse “sistema que está louco, sem sentido”. As classes populares, majoritárias no país, são excluídas da vida urbana e vêem-se obrigadas a se afastarem da cidade – o que dificulta sua articulação política

Com a crise poderíamos imaginar um esperançoso efeito revelador: a perversidade do sistema econômico em vigor apareceria em plena luz. Afinal, é difícil acreditar que o imigrante ou o delinquente estão na origem da recessão e dos consequentes dramas sociais vividos por eles quando, na verdade, os principais responsáveis não são denunciados. “No alto está …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

A CRISE NA CULTURA

Editais de cultura no Paraná: campo de influência na capital controla o estadual

por Por Rodrigo Juste Duarte com colaboração de pesquisadores da rede do Observatório da Cultura do Brasil
A CRISE DA CULTURA

Lei Aldir Blanc e os editais do “cercadinho de Curitiba”

por Rodrigo Juste Duarte com colaboração de pesquisadores da rede do Observatório da Cultura do Brasil
ARGENTINA

Por que Alfonsín está retornando?

Séries Especiais | Argentina
por José Natanson
DESAFIOS DA POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA

Lula no (novo) mundo

Séries Especiais | Argentina
por Federico Merke
COPA: FUTEBOL E POLÍTICA

Aura de líder austero, espectro recorrente em Mundiais, ronda Tite

por Helcio Herbert Neto
GUILHOTINA

Guilhotina #193 - Edson Lopes Cardoso

CONTRIBUIÇÕES PARA O NOVO GOVERNO DE LULA

A nova política externa brasileira

Online | Brasil
por Marina Bolfarine Caixeta
RESENHA

Em Maví, Marco Lucchesi faz de sua poesia uma busca pelo outro

Online | Mundo
por André Rosa