Sob as areias betuminosas do Canadá

Apenas uma estrada, que atravessa cinco rios congelados e só fica aberta de meados de dezembro a meados de março, leva a Fort Chipewyan, a 700 km ao norte de Edmonton, a capital de Alberta. Fora desse período, a viagem até essa província do oeste do Canadá deve ser feita a bordo de um pequeno …

por em

Alimentos contaminados

O Brasil é o maior mercado de agrotóxicos do mundo e representa 16% da sua venda mundial. Em 2009, foram vendidas aqui 780 mil toneladas, com um faturamento estimado da ordem de 8 bilhões de dólares. Ao longo dos últimos 10 anos, na esteira do crescimento do agronegócio, esse mercado cresceu 176%, quase quatro vezes mais …

por em

Obama e a ameaça das armas nucleares

Algumas palavras eloquentes bastaram para que o presidente Barack Obama se qualificasse para a obtenção do Prêmio Nobel da Paz e se tornasse, ao mesmo tempo, herói dos militantes do desarmamento e vilão dos fanáticos pelas armas nucleares. Quando prometeu renovar e estender os acordos concluídos com a Rússia sobre o controle das armas nucleares …

por em

A reavaliação que os empresários não querem

Le Monde Diplomatique Brasil: A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) vai efetivar a proibição de 14 agrotóxicos já comercializados? Agenor Álvares: A Anvisa não colocou em lugar nenhum que ia proibir os produtos. O que a Anvisa está fazendo, inclusive regulamentada por uma resolução da diretoria colegiada, é a reavaliação de 14 produtos. Diplomatique: …

por em

A onda rosa

Em janeiro de 2010, a Universidade de Nottingham, na Inglaterra, reuniu cerca de cem pesquisadores para tentar fornecer uma explicação política para a “onda rosa”, a série de vitórias eleitorais da esquerda (ou da centro-esquerda) na maior parte dos países latino-americanos, entre 1998 e 20061. Esse fenômeno – novo – de acesso “maciço” ao poder …

por em

“Todo cuidado é pouco”

Aplicar inseticidas é hoje uma prática comum, para controle de insetos em culturas e criações. Mas, tais produtos podem também transformar-se num dos piores inimigos dos trabalhadores rurais, se não forem usados adequadamente. Por isso, é indispensável atender sempre ao que se recomenda em seus invólucros ou recipientes… Inseticidas clorados são razoavelmente seguros, quando aplicados …

por em

Enfrentando Hollyworld

  “Se cinema é cachoeira, vídeo é arrebentação” (Guiwhi) “Quem não deve não treme” (dito popular)   Por um processo histórico, a concentração da indústria cinematográfica remonta ao período entre guerras, em que o cinema hollywoodiano conquistou os mercados mundiais com uma distribuição massiva. No entanto, nas últimas décadas é visível o aprofundamento desse processo …

por em

Dinheiro público para o agronegócio

Estudo divulgado recentemente pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) ressalta, com otimismo, as perspectivas do agronegócio brasileiro. Traçando um cenário bastante positivo, este estudo avalia que todas as cadeias importantes do setor terão, nos próximos anos, ganhos de produtividade através de uma maior eficiência no uso dos recursos. Segundo notícia divulgada pela grande imprensa, …

por em

O financiamento público das editoras independentes

Pouco após o fim da Segunda Guerra Mundial, artistas e intelectuais noruegueses enviaram ao governo social-democrata uma carta aberta onde argumentavam que a população merecia um acesso mais amplo à cultura, sobretudo nas regiões pouco habitadas. O governo respondeu organizando um esquema itinerante de teatro, cinema e exposições de arte. Sobre essa base, o país …

por em

Em Iaras, o MST produz

Iaras, no interior de São Paulo, é uma cidade bem pequena. Para quem está acostumado a andar, é possível cruzá-la, de ponta a ponta, em mais ou menos 20 minutos. Do trevo até a praça principal, onde estão a igreja e a Câmara dos Vereadores, acho que são seis ou sete ruas. Logo, um caminho …

por em

Cultura e sustentabilidade

Estamos num momento civilizatório, onde a sustentabilidade ganha centralidade jamais vista, em virtude da insustentabilidade planetária e de seus impactos sobre os modos de vida contemporâneos. O debate cultural necessita ganhar profundidade em relação a esses desafios. Se os anos 1990 significaram o início dessa discussão – ainda centrada na importância da cultura, sua democratização …

por em

A crise do leite

O final de 2009, uma “greve do leite” tomou conta da França, da Alemanha e de outros países europeus. A suspensão das entregas durou 14 dias, mobilizando 50% dos produtores, de acordo com a Associação dos Produtores de Leite Independentes (APLI). Essa entidade, fundada em 2009, foi responsável por promover mudanças significativas nesse setor de …

por em

Tolerância até demais

A arte contemporânea é revolucionária. Consequentemente, aqueles que não a apreciam são ou francos-reacionários, ou reacionários que ignoram sê-lo, quer dizer, neorreacionários. Tais rótulos são hoje sistematicamente colados em qualquer um que ainda ouse questionar algumas obras e práticas da arte contemporânea. Por isso, não é de se espantar que, em vez de correr o …

por em

A China abandona o dólar

De um ano para cá, os ânimos vêm se exaltando nos Estados Unidos diante da idéia de que a China, descontente com a política externa do presidente Barack Obama, tome a decisão, como forma de represália, de não mais comprar bônus do Tesouro americano. Se acreditarmos nas sombrias profecias de muitos analistas, tal medida desencadearia …

por em

Um livro para cada ocasião

Em 2008, duas semanas antes do Natal, soube que teria de ser operado com urgência; na verdade, a urgência era tanta, que não tive tempo de arrumar minha bagagem. Me vi estirado numa sala de hospital, totalmente nu, com mal-estar e inquieto, e um único livro: o que estava lendo naquela manhã, o maravilhoso romance …

por em

O impacto da crise nas classes sociais

Com a crise poderíamos imaginar um esperançoso efeito revelador: a perversidade do sistema econômico em vigor apareceria em plena luz. Afinal, é difícil acreditar que o imigrante ou o delinquente estão na origem da recessão e dos consequentes dramas sociais vividos por eles quando, na verdade, os principais responsáveis não são denunciados. “No alto está …

por em

Vigilância contra a lavagem de dinheiro

Nas últimas semanas de 2009, apareceu na imprensa o rosto de um certo Hervé Falciani. Depois de roubar dados bancários esse ex-técnico de informática do Banco HSBC ofereceu-os às autoridades francesas. No começo de 2008, um funcionário do Banco Liechtenstein LGT já havia vendido seu arquivo por vários milhões de euros ao fisco alemão, e, …

por em

Os Dez Mandamentos, revistos e atualizados

O presente artigo faz parte da plataforma de discussão Crises e Oportunidades.1 Participam dele Ignacy Sachs, Carlos Lopes, Ladislau Dowbor e dezenas de outros pesquisadores. I – Não Comprarás o Estado Resgatar a dimensão pública do Estado: Como podemos ter mecanismos reguladores que funcionem se é o dinheiro das corporações a regular que elege os …

por em

As guerras sem fim de Israel

Todos os enfrentamentos israelo-árabes (1948, 1956, 1967, 1973) ocorridos antes do histórico tratado de paz assinado por Tel Aviv e Cairo, em 1979, foram no estilo clássico: os envolvidos sempre recorreram a exércitos convencionais que utilizavam armas e estratégias usuais. Neles, a aviação desempenhava papel decisivo, complementado no solo pelos blindados. A questão da sobrevivência …

por em

Ramallah, tão longe da Palestina

Um vento de liberdade parece estar soprando sobre uma estreita parcela da Cisjordânia ocupada. Em função da supressão de algumas barragens rodoviárias e postos de controle policiais, os motoristas palestinos, que até recentemente estavam exasperados com extensas filas de espera, podem circular praticamente sem problema algum de Jericó até Ramallah e Nablus, no norte da …

por em

A disritmia paraguaia

Ao receber o Le Monde Diplomatique na residência presidencial de Mburuvicha Roga (“a casa daquele que manda”, em guarani), o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, fez questão de nos contar uma anedota: durante a 5a Cúpula da América Latina, Caribe e União Europeia, realizada em maio de 2008, ele comentou com José Luis Rodríguez Zapatero …

por em

Mais fôlego para o desenvolvimento

Em visita a Brasília (DF), no dia 2 de março de 2010, a secretária de Estado americana Hillary Clinton fez um discurso duro e com um alvo específico: “Esperamos um novo começo da parte do governo venezuelano para restaurar a propriedade privada e trazer de volta a economia de mercado”. Nada de novo, a bem …

por em

A burca ocultando bilhões

Aparentemente, os franceses estão mais a par do número de minaretes na Suíça (4) e de burcas na França (3671) que do fato de o Tesouro público ter perdido 20 bilhões de euros após uma decisão “técnica” do Poder Executivo. Na realidade, dezoito meses atrás, em vez de vincular seu auxílio a bancos em situação …

por em