O “populismo da liberdade” como experiência

O LEVIATÃ DESLOCADO

O “populismo da liberdade” como experiência

Diplôs AL | Uruguai
por Pablo Semán e Nicolás Welschinger
8 de julho de 2022
compartilhar
visualização

A atração das multidões pelo líder de extrema direita argentino Javier Milei não se explica apenas analisando sua figura ou seu discurso, mas também compreendendo as experiências concretas de pessoas empurradas, desde antes da pandemia, para as inclemências de uma “vida neoliberal”: precisam ter esperança e são elas que alimentam um fenômeno político-social que muitos analistas se recusam a ver

O salto de Milei para uma escala nacional de massas na Argentina nos obriga a ir além das lideranças e a alcançar bases mais amplas. E nos obriga a ir além inclusive da identificação com o dogma libertário, que está sendo maciça em espaços como as redes sociais ou em eventos como o que aconteceu …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

“SÓ O INIMIGO NÃO TRAI NUNCA”

Bolsonaro, o autossabotador

Online | Brasil
por Rômulo Monteiro Garzillo
DIREITO À CIDADE

Metrópoles pós-pandemia exigem novas políticas públicas

por Gilberto Corso Pereira e Claudia Monteiro Fernandes
EXTREMA DIREITA MUNDIAL

Bolsonarismo e o terrorismo estocástico

Online | Brasil
por Rudá Ricci e Luís Carlos Petry
COMPLEXO DO ALEMÃO

As ineficiências da democracia e das operações policiais nas favelas

Online | Brasil
por Mirna Wabi-Sabi
Opinião

O que esperar da progressão de regime sem as “saidinhas”?

Online | Brasil
por Maria Carolina de Moraes Ferreira e João Gilberto Silva de Abreu
GUILHOTINA

Guilhotina #177 - Flávia Rios

FESTIVAL ATÉ O TUCUPI

Caldo de arte e cultura que entorna da Amazônia

Online | Brasil
por Steffanie Schmidt
GUILHOTINA

Guilhotina #176 - Valerio Arcary