Repensar a ajuda humanitária - Le Monde Diplomatique

ATUAÇÃO CADA VEZ MAIS RESTRITA

Repensar a ajuda humanitária

por Pierre Micheletti
2 de março de 2023
compartilhar
visualização

A cada ano, a ajuda necessária para enfrentar as situações de emergência no mundo só é abundante de maneira parcial e depende da seleção de cerca de vinte países contribuintes. Obrigadas a encontrar financiamentos complementares, as ONGs ocidentais estão cada vez mais dependentes de doadores privados, enquanto as africanas permanecem marginalizadas

Por ser repentina, por sua violência e pelos danos que causa, a guerra na Ucrânia mergulhou o mundo inteiro na tormenta, colocando em questão o financiamento das novas emergências e as consequências potenciais desses eventos sobre o sistema humanitário internacional. O conflito surgiu em um momento em que diversas crises, grandes e longas, não haviam …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

TRANSFORMAÇÕES DA ÚLTIMA DÉCADA

O Chile na guerra comercial entre EUA e China

Séries Especiais | América Latina
por Libio Pérez
O PLANO ESTRATÉGICO 2023-2027 DA PETROBRAS

Um cenário de incertezas

por José Sérgio Gabrielli de Azevedo
JUSTIÇA

Voz do preso: Presente!

Online | Brasil
por João Marcos Buch
A CANNABIS COMO UM PRODUTO

Maconha: mercados, regulações e impostos

por Emilio Ruchansky
CORRUPÇÃO

Conflitos e fragmentação da ordem internacional tornam mais complexo o combate à corrupção

Online | Ucrânia
por Bruno Brandão e Klei Medeiros
ENTREVISTA IVAN SEIXAS

Relatos de resistência

Online | Brasil
por Sérgio Barbo
MÍDIA E JUSTIÇA

Enquanto isso, na Sala de Justiça... Pautas antigas voltam a rondar o Judiciário que agora é pop

Online | Brasil
por Grazielle Albuquerque
UMA REFLEXÃO SOBRE CENÁRIOS DO PASSADO E O PRESENTE

O “evidente” na política chilena

por Gonzalo Rovira Soto