Sade e o espírito do capitalismo - Le Monde Diplomatique

ECONOMIA

Sade e o espírito do capitalismo

por Patrick Vassort
8 de agosto de 2007
compartilhar
visualização

Em Os 120 dias de Sodoma, o Marquês de Sade (1740-1814) constrói um mundo que anuncia o pesadelo do advento da sociedade produtivista, com sua racionalização do espaço, do tempo e dos corpos, capaz de eliminar, no ser humano qualquer traço de espontaneidade. E a própria humanidade

A principal obra de Donatien Alphonse François de Sade (1740-1814) é Os 120 dias de Sodoma (1785). Trata-se de uma sociedade totalitária, a qual o cineasta italiano Pier Paolo Pasolini, em seu filme Salò (1976), transpôs para a Itália fascista, já em ruínas, de 1944. Imaginando um rapto maciço de indivíduos jovens e velhos dos dois …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

ARQUITETURA

Brasília: imagens de Três Poderes

Online | Brasil
por Adalberto da Silva Retto Júnior
DISPUTA EM ABERTO

O papel vindicado pelos trabalhadores plataformizados na atual agenda de governo

Online | Brasil
por Gabriela Neves Delgado e Bruna Vasconcelos de Carvalho
PUNITIVISMO

Sobre morfinas, terrenos e o 8 de janeiro

Online | Brasil
por Hamilton Gonçalves Ferraz e Pedro Amorim
CAPITAL ESPECULATIVO

Globalização e Forças Armadas

Online | Mundo
por Antônio Carlos Will Ludwig
MIGRANTES VENEZUELANOS

Impressões do campo em Roraima

Online | Brasil
por Sofia C. Zanforlin
PARA COMPREENDER O NEOFASCISMO

O "fascismo eterno", revisitado

Online | Brasil
por Liszt Vieira
POVOS INDÍGENAS PÓS GOVERNO BOLSONARO

O Brasil verde-amarelo é um país sem cor

Online | Brasil
por Vinício Carrilho Martinez e Márcia Camargo
DIREITO À CIDADE

Inovação como integrante de um projeto social e político emancipatório

por Regina Tunes