Três blocos, dois perdedores - Le Monde Diplomatique Brasil - Edição 178

RECOMPOSIÇÃO POLÍTICA NA FRANÇA

Três blocos, dois perdedores

Edição 178 | França
por Jean-Yves Dormagen, Stéphane Fournier e Guillaume Tricard
3 de maio de 2022
compartilhar
visualização

Ainda que os votos de Emmanuel Macron cresçam de acordo com o aumento da renda e a idade dos eleitores, esses dados não resumem a sociologia eleitoral da última eleição francesa. As posições em relação à Europa, vacinas, islamismo e crise climática tiveram um papel decisivo, assim como o nível de desconfiança em relação ao “sistema”

O primeiro turno da eleição presidencial francesa prolonga a grande reviravolta do espaço político iniciada em 2017. Assistiu-se ao desenho de três grandes espaços de dimensões relativamente comparáveis entre si, cuja originalidade reside no fato de não se inscreverem, senão de forma muito imperfeita – para usar um eufemismo –, na antiga clivagem esquerda/direita. É …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

ARGENTINA

Isso não pode acontecer aqui...

Séries Especiais | Argentina
por José Natanson
RESENHAS

Miscelânea

Edição 180 | Brasil
ENTREVISTA – EMBAIXADORA THEREZA QUINTELLA

Balança geopolítica mundial deve pender para o lado asiático

Edição 180 | EUA
por Roberto Amaral e Pedro Amaral
UMA NOVA LEI EUROPEIA SOBRE OS SERVIÇOS DIGITAIS

Para automatizar a censura, clique aqui

Edição 180 | Europa
por Clément Perarnaud

Para automatizar a censura, clique aqui

Online | Europa
EMPREENDIMENTOS DE DESPOLUIÇÃO

Música e greenwashing

Edição 180 | Mundo
por Éric Delhaye
NA FRANÇA, A NOVA UNIÃO POPULAR ECOLÓGICA E SOCIAL

Os bárbaros estão em nossas portas!

Online | França
por Pauline Perrenot e Mathias Reymond
“NO TOPO, O PODER CORROMPIDO; NA BASE, A LUTA INTRÉPIDA”

A revolta popular no Sri Lanka

Edição 180 | Sri Lanka
por Éric Paul Meyer