ENTREVISTA

As três batalhas de Raduan Nassar

Aos 81 anos, Raduan Nassar, paulista de Pindorama, norte do estado, possui uma trajetória de inquietude. Abandonou a Faculdade de Direito do Largo São Francisco no quinto ano, já fisgado pela literatura. A filosofia e o jornalismo foram casas temporárias de um homem que aprendeu, na adolescência, a gostar de palavras, então aluno de uma de suas irmãs, professora de português. O pendor pela palavra desembocou em Lavoura arcaica (1975), Um copo de cólera (1978) e uma coletânea de contos publicados de maneira esparsa ao longo dos anos, incluindo Menina a caminho, O ventre seco, Hoje de madrugada e outros.

por: Guilherme Henrique e Cristiano Navarro
2 de agosto de 2017
Crédito da Imagem: Daniel Kondo
Conteúdo apenas para Assinantes
Clique aqui para fazer o login como Assinante


Não é Assinante? Acesse nossa Loja e faça sua Assinatura hoje mesmo.

LEIA TAMBÉM...

EDIÇÕES ANTERIORES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *