A China que pensa à margem dos discursos oficiais

A INVISÍVEL “REPÚBLICA DAS LETRAS” POR TRÁS DO REGIME DE XI JINPING

A China que pensa à margem dos discursos oficiais

por David Ownby
25 de dezembro de 2022
compartilhar
visualização

Ao contrário do que dizem os clichês que reduzem a China a um bloco monolítico, a população chinesa se movimenta e seus intelectuais pensam. As manifestações contra os confinamentos fizeram as lideranças políticas recuarem. Debates agitam os pesquisadores em torno de questões como essa e mais fundamentalmente em torno do futuro do país, sua especificidade, sua inserção no mundo… A despeito da pouca ressonância que alcançam no mundo ocidental, são debates de grande importância

Como mostrou o recente XX Congresso do Partido Comunista da China (PCC), o presidente Xi Jinping alimenta a ambição de elevar-se ao nível de Mao Tse-tung, e mesmo de superá-lo. Há até comentaristas que o apontam como o “novo Stalin”.1 Em uma época de tensões cada vez maiores entre a China e o Ocidente, este …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

SUSTENTABILIDADE

A nova política eco social

Online | Brasil
por Liszt Vieira e Renato Cader
DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS

O aborto que não fiz e a liberdade de decidir

Online | Brasil
por Maria José F. Rosado-Nunes
BOLSONARISMO

Cordialidade e fascismo: como o Brasil é possível?

Online | Brasil
por Rafael Mantovani
UMA HISTÓRIA DE ELIMINAÇÃO E SALVAÇÃO

A questão indígena no pensamento militar brasileiro

Online | Brasil
por Bruno Ribeiro Oliveira
SOB A NÉVOA DA GUERRA

Israel em crise, Palestina em chamas

Online | Israel
por Thiago Rodrigues e Karime Cheaito
POR MERA COINCIDÊNCIA?

Hitler, Trump, Bolsonaro e a Necrofilia Colonialista Outrocida

Online | Brasil
por Wallace de Moraes
RELAÇÕES EXTERIORES

Lula em Washington: entre compromisso político e autonomia

Online | Brasil
por Luciana Wietchikoski e Lívia Peres Milani
UM MÊS DE GOVERNO LULA PELOS EDITORIAIS DO ESTADÃO

Terrorismo, genocídio e uma escolha muito difícil

Online | Brasil
por Marcelo Semer