Na cozinha do mercado eleitoral - Le Monde Diplomatique

ELEIÇÕES NA FRANÇA

Na cozinha do mercado eleitoral

por Pierre Rimbert
3 de maio de 2017
compartilhar
visualização

Contrariamente ao que sugere o teatro democrático reencenado a cada eleição, cada vez menos são os eleitores que escolhem seus representantes e cada vez mais são os partidos políticos que selecionam seu eleitorado

 

Considerada capaz de “reunir” uma maioria de “cidadãos” em torno de grandes temas unificadores, a eleição, para os partidos, consiste sobretudo em adicionar partes do mercado democrático – empregados, funcionários públicos, executivos etc. – em quantidade suficiente para conquistar ou conservar o poder. Em resumo, para constituir uma coalizão politicamente majoritária.1 Como os estados-maiores dividem …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

ORÇAMENTO SECRETO

A melhor forma de combate à corrupção não é o discurso

Online | Brasil
por Luís Frederico Balsalobre Pinto
DEMOCRACIA MILITANTE

A democracia do erro: Loewenstein e o Brasil de 2022

Online | Brasil
por Gabriel Mattos da Silva
COPA: FUTEBOL E POLÍTICA

Qual é a função dos bandeirinhas após o surgimento do VAR?

por Helcio Herbert Neto
EDUCAÇÃO

Um ensaio timidamente indecente sobre pânico civilizacional e educação

Online | Brasil
por Fernando de Sá Moreira
ECONOMIA E SAÚDE

O SUS e o relatório do TCU

Online | Brasil
por Vários autores
QUE A CLOROQUINA NÃO SE REPITA

Como conter a pulsão de morte bolsonarista

Online | Brasil
por João Lorandi Demarchi
RESPEITEM OS LOUCOS

A patologização do fascismo

Online | Brasil
por Roger Flores Ceccon
NOVO MINISTÉRIO, A CONCRETIZAÇÃO DE UM VERDADEIRO MARCO

Os povos indígenas e seu protagonismo na transição de governo

Online | Brasil
por Aline Ngrenhtabare Kaxiriana Lopes Kayapó, Edson Kayapó e Flávio de Leão Bastos Pereira