No Chile, a esquerda decepcionada com o povo

PROJETO DE NOVA CONSTITUIÇÃO REJEITADO POR REFERENDO

No Chile, a esquerda decepcionada com o povo

por Renaud Lambert
10 de outubro de 2022
compartilhar
visualização

Em um país onde a mídia é tão concentrada como no Chile, organizar um referendo sem reformar o setor equivale a alçar os donos dos meios de comunicação à categoria de grandes eleitores. Porém, isso é suficiente para elucidar a rejeição do projeto de nova Constituição? Ou há outras razões para explicar por que o povo nem sempre vota como os progressistas gostariam?

A rejeição pela grande maioria da população chilena de um projeto de nova Constituição1 reconhecido por seus muitos avanços mergulhou os intelectuais progressistas na melancolia. Mais uma vez, o povo decepcionou-os. A consternação é ainda mais aguda porque, há anos, o antigo laboratório do neoliberalismo na América Latina se transformou em um viveiro da esperança.2 …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

A CRISE NA CULTURA

Editais de cultura no Paraná: campo de influência na capital controla o estadual

por Por Rodrigo Juste Duarte com colaboração de pesquisadores da rede do Observatório da Cultura do Brasil
A CRISE DA CULTURA

Lei Aldir Blanc e os editais do “cercadinho de Curitiba”

por Rodrigo Juste Duarte com colaboração de pesquisadores da rede do Observatório da Cultura do Brasil
ARGENTINA

Por que Alfonsín está retornando?

Séries Especiais | Argentina
por José Natanson
DESAFIOS DA POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA

Lula no (novo) mundo

Séries Especiais | Argentina
por Federico Merke
COPA: FUTEBOL E POLÍTICA

Aura de líder austero, espectro recorrente em Mundiais, ronda Tite

por Helcio Herbert Neto
GUILHOTINA

Guilhotina #193 - Edson Lopes Cardoso

CONTRIBUIÇÕES PARA O NOVO GOVERNO DE LULA

A nova política externa brasileira

Online | Brasil
por Marina Bolfarine Caixeta
RESENHA

Em Maví, Marco Lucchesi faz de sua poesia uma busca pelo outro

Online | Mundo
por André Rosa