Os limites da renovação - Le Monde Diplomatique Brasil - Edição 174

PODEMOS NA ESPANHA

Os limites da renovação

Edição 174 | Espanha
por Maëlle Mariette
3 de janeiro de 2022
compartilhar
visualização

O campo progressista parece muitas vezes atolado por seus jargões, esmagado pelos seus ícones. Entretanto, simplesmente “fazer algo novo” não é o suficiente para vencer. E mostrar-se “menos militante” pode significar abrir mão de um apoio crucial no momento em que a disputa política começar

Em 2014, um novo partido político espanhol chegou para “tomar o céu de assalto”, uma frase emprestada de Karl Marx: o Podemos. Ele reunia ex-universitários que marchavam sob o grito de “desobediência” no refeitório da universidade, em 2006, como Íñigo Errejón e Pablo Iglesias; o chefe da livraria cooperativa Marabunta e porta-voz do pequeno partido …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

RESENHAS

Miscelânea

Edição 180 | Brasil
ENTREVISTA – EMBAIXADORA THEREZA QUINTELLA

Balança geopolítica mundial deve pender para o lado asiático

Edição 180 | EUA
por Roberto Amaral e Pedro Amaral
UMA NOVA LEI EUROPEIA SOBRE OS SERVIÇOS DIGITAIS

Para automatizar a censura, clique aqui

Edição 180 | Europa
por Clément Perarnaud

Para automatizar a censura, clique aqui

Online | Europa
EMPREENDIMENTOS DE DESPOLUIÇÃO

Música e greenwashing

Edição 180 | Mundo
por Éric Delhaye
NA FRANÇA, A NOVA UNIÃO POPULAR ECOLÓGICA E SOCIAL

Os bárbaros estão em nossas portas!

Online | França
por Pauline Perrenot e Mathias Reymond
“NO TOPO, O PODER CORROMPIDO; NA BASE, A LUTA INTRÉPIDA”

A revolta popular no Sri Lanka

Edição 180 | Sri Lanka
por Éric Paul Meyer
COMO ESCOAR O TRIGO DA UCR NIA

No front dos cereais

Edição 180 | Ucrânia
por Élisa Perrigueur