Os limites da renovação - Le Monde Diplomatique Brasil - Edição 174

PODEMOS NA ESPANHA

Os limites da renovação

Edição 174 | Espanha
por Maëlle Mariette
3 de janeiro de 2022
compartilhar
visualização

O campo progressista parece muitas vezes atolado por seus jargões, esmagado pelos seus ícones. Entretanto, simplesmente “fazer algo novo” não é o suficiente para vencer. E mostrar-se “menos militante” pode significar abrir mão de um apoio crucial no momento em que a disputa política começar

Em 2014, um novo partido político espanhol chegou para “tomar o céu de assalto”, uma frase emprestada de Karl Marx: o Podemos. Ele reunia ex-universitários que marchavam sob o grito de “desobediência” no refeitório da universidade, em 2006, como Íñigo Errejón e Pablo Iglesias; o chefe da livraria cooperativa Marabunta e porta-voz do pequeno partido …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

RELAÇÕES EXTERIORES

Lula em Washington: entre compromisso político e autonomia

Online | Brasil
por Luciana Wietchikoski e Lívia Peres Milani
UM MÊS DE GOVERNO LULA PELOS EDITORIAIS DO ESTADÃO

Terrorismo, genocídio e uma escolha muito difícil

Online | Brasil
por Marcelo Semer
SER AMADO OU SER TEMIDO?

Lula à luz do “Príncipe” de Maquiavel

Online | Brasil
por Railson da Silva Barboza
A SOMBRA DO EXTREMISMO

Encarar o abismo

Online | Brasil
por Marcos Woortmann, Alexandre Araújo e Guilherme Labarrere
REACIONARISMO

Contra Olavo

Online | Brasil
por Felipe Luiz
MERCADO

O governo Lula e a “política” do mercado financeiro

Online | Brasil
por Pedro Lange Netto Machado
NEGLIGÊNCIA

Os Yanomami são um paradigma ético mundial

Online | Brasil
por Jelson Oliveira
APAGÃO JORNALÍSTICO

O escândalo da Americanas: bom jornalismo é ruim para os negócios

Online | Brasil
por Luís Humberto Carrijo