Uma aldeia chinesa na Itália - Le Monde Diplomatique Brasil

OS “WENZHOU” DE PRATO

Uma aldeia chinesa na Itália

Edição 156 | Itália
por Jordan Pouille e Lei Yang
1 de julho de 2020
compartilhar
visualização

Na Itália, o centro europeu da diáspora chinesa registrou poucos óbitos pelo coronavírus. Artesãos desse sucesso sanitário, os chineses de Prato, engajados na indústria local do prêt-à-porter, gozam de um reconhecimento tardio, após vinte anos de desamor

As grandes mídias de Pequim fizeram a festa com os elogios proferidos pelo prefeito de Prato (Toscana), Matteo Biffoni, a propósito dos residentes chineses de sua cidade. “Quando a epidemia foi declarada na China, os jornais e cadeias de televisão [italianos] estavam convencidos de que Prato se tornaria o buraco negro da Itália. Na verdade, …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

OPINIÃO

O pior de nós no poder: cenários de um Brasil incendiado

Online | Brasil
por Andrés del Río e André Rodrigues
Uma sobreposição de crises

Pandemia, crise e periferias

Online | Brasil
por Leonardo Fontes
Educação

Para o projeto bolsonarista a Antropologia é inútil ou perigosa?

Online | Brasil
por Aline Moreira Magalhães, Caio Gonçalves Dias e Isis Ribeiro Martins
Guilhotina

Guilhotina #76 – Roberto Leher

DESIGUALDADE

CEP cancelado

Online | Brasil
por Mônica Francisco
Era digital

Breque dos Apps: direito de resistência na era digital

Online | Brasil
por Gabriela Neves Delgado e Bruna V. de Carvalho
Quarentena iôiô

Valentia de rebanho

Online | Brasil

Algumas notas sobre o ensaio Homo Bolsonarus, de Renato Lessa

Online | Brasil
por Vinícius dos Santos