“Que morram”: a greve de fome e as indiferenças do Estado - Le Monde Diplomatique

DOSSIÊ ESTADO DE CHOQUE

“Que morram”: a greve de fome e as indiferenças do Estado

por Roberto Efrem Filho
Abril 2, 2019
Imagem por Denny Chang
compartilhar
visualização

O ato extremo de dispor o corpo à oportunidade da morte ataca as arbitrariedades profundamente cortantes, porém finamente discretas, do fazer burocrático. Confira o terceiro artigo da série Estado de Choque, publicada no Le Monde Diplomatique Brasil entre fevereiro e julho de 2019

Quando Jaime Amorim segurou o microfone diante das centenas de pessoas que se aglutinavam em frente ao prédio do Espaço 13, no centro do Recife, nós éramos tristeza. Estávamos perto das 19 horas do domingo, dia 28 de outubro de 2018, e o resultado parcial das eleições, divulgado pelo Tribunal Eleitoral, já apontava a irreversível …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados