Catar escombros: canto fúnebre de uma Copa do Mundo torta

O Mundial do Catar exigiu demais. Mudou o calendário esportivo ao impor que os jogos acontecessem no fim do ano, rompeu a tradição das Copas do Mundo e violou a relação dos torcedores com o torneio. Interrompeu os vínculos das torcidas pelos países com os seus times, seja pelos preços exorbitantes, seja pela dinâmica de …

por em

Qual é a função dos bandeirinhas após o surgimento do VAR?

Correm, sem parar, dois profissionais. Com camisas de cores chamativas e bandeiras igualmente florescentes à mão, não abandonam uma faixa estreita durante quase cinquenta minutos – às vezes por mais tempo. Depois de breve intervalo, voltam para suas marcas e continuam a balançar o adorno ao vento até que venha, enfim, o último apito. Suados, …

por em

Brasis no Catar: primeiro carnaval, primeiro pelourinho também

Há Brasil por todo lado. Bandeiras nas varandas, estendidas antes do processo eleitoral – com o propósito de incentivar mais um mandato de Jair Bolsonaro na presidência e, como consequência, a intensificação de acenos golpistas. Camisas com cheiro de naftalina, de gente que se encorajou a vestir o uniforme da seleção depois de relutar por …

por em

Aura de líder austero, espectro recorrente em Mundiais, ronda Tite

Arranhadas pelos galhos, castigadas pelo clima e exaustas pelos meses de perseguição, as tropas do Exército não conseguiram deter a insurgência liderada por Luís Carlos Prestes e Miguel Costa na década de 1920. Os revoltosos, que se levantaram contra as desigualdades e a corrupção, chegaram ao Paraguai após escaparem da perseguição do Estado brasileiro. Entre …

por em

No futebol brasileiro, o riso é um esquema ofensivo

A sinfonia do futebol é composta por gritos de gol e uivos em jogadas perigosas. Para quem vai aos estádios, as versões de músicas populares das torcidas organizadas também fazem parte dessa massa sonora. Existe um ruído menos perceptível que até aparece durante os jogos, mas surge com mais força após o placar final. No …

por em

No Catar, seleção busca vitória paradoxal: conquistar o Brasil

Por sete vezes, os torcedores brasileiros choraram quando a bola foi para a rede no Mineirão, em 8 de julho de 2014 – ou riram, porque nem o drama era cativante. A derrota para a seleção alemã na semifinal da Copa do Mundo, como anfitriã, pode até servir de marco. Porém, o distanciamento com os …

por em

Existe um futebol “genuinamente” brasileiro?

Na segunda-feira, dia 7, a convocação final da seleção brasileira para a Copa do Mundo do Catar será anunciada e os jogadores serão colocados diante da obrigação primordial. Mesmo com a goleada por 5 a 1 contra a Tunísia, no último amistoso da preparação para o torneio mais importante do calendário, ressurgiu a imposição. Antes …

por em