Copa: futebol e política

Copa: futebol e política | Mundo
Paixão das multidões, negócio bilionário, fator de mobilização social: o futebol é arrebatador. E, a cada quatro anos, as melhores seleções nacionais se reúnem e deixam ainda mais em evidência todas essas disputas políticas. Em 2022, a Copa do Mundo do Catar traz à tona um planeta cindido, após o período mais severo da pandemia, e tensionado pela emergência da extrema direita. Até o final do torneio, publicamos toda sexta os artigos do especial Copa: futebol e política – perante o assombro que, em um momento tão crucial, o mais catártico dos esportes provoca.

03 de novembro 2022

Brasis no Catar: primeiro carnaval, primeiro pelourinho também

Há Brasil por todo lado. Bandeiras nas varandas, estendidas antes do processo eleitoral – com o propósito de incentivar mais um mandato de Jair Bo...

por Helcio Herbert Neto

Aura de líder austero, espectro recorrente em Mundiais, ronda Tite

Arranhadas pelos galhos, castigadas pelo clima e exaustas pelos meses de perseguição, as tropas do Exército não conseguiram deter a insurgência l...

por Helcio Herbert Neto

No futebol brasileiro, o riso é um esquema ofensivo

A sinfonia do futebol é composta por gritos de gol e uivos em jogadas perigosas. Para quem vai aos estádios, as versões de músicas populares das torcidas organizadas também fazem parte dessa massa sonora. Existe um ruído menos perceptível que até aparece durante os jogos, mas surge com mais força após o placar final. No dia seguinte, principalmente: o riso. A crônica registra que, historicamente, o humor foi reação comum a vitórias ...

por Helcio Herbert Neto

No Catar, seleção busca vitória paradoxal: conquistar o Brasil

Por sete vezes, os torcedores brasileiros choraram quando a bola foi para a rede no Mineirão, em 8 de julho de 2014 – ou riram, porque nem o drama ...

por Helcio Herbert Neto

Existe um futebol “genuinamente” brasileiro?

Na segunda-feira, dia 7, a convocação final da seleção brasileira para a Copa do Mundo do Catar será anunciada e os jogadores serão colocados di...

por Helcio Herbert Neto

Especiais relacionados

Copa: futebol e política

Paixão das multidões, negócio bilionário, fator de mobilização social: o futebol é arrebatador. E, a cada quatro anos, as melhores seleções nacionais se reúnem ...

Desencarceramento como política de saúde

Este especial, uma parceria Le Monde Diplomatique Brasil e Radar Saúde Favela (Fiocruz), coloca no centro de suas reflexões o encarceramento e a produção da morte. Os...

O agro não produz comida, produz fome

Este especial, uma parceria Le Monde Diplomatique Brasil e Radar Saúde Favela (Fiocruz/RJ), coloca no centro de suas reflexões as correlações entre o agrocapitalismo...

Qual é o plano? Eleições 2022

O mês de outubro revelará as escolhas do povo brasileiro para a composição dos governos dos estados e do país. Isso se dará em um dos momentos sociais e políticos ...