Pescadores artesanais, vazanteiros, retireiros e pantaneiros

Corta os cerrados do Nordeste Enfrenta o frio, a dura fome, a peste Contam histórias alucinantes De caboclos viajantes Que subiram os seus vaus Quando eu me sento em sua beira Me acolhe com ternura Eu quero lhe agradecer (Canção “Andanças do Opará” de Josemar Alves Durães)   Os nomes variam a depender do lugar, …

por em

Povos Indígenas do Cerrado: cultivando r-existências diversas

Muitos dos saberes que os diversos povos e comunidades tradicionais praticam na convivência com o Cerrado – como os artesanatos de capim dourado e palha de buriti, os múltiplos usos do coco-babaçu e a agricultura de cheia e vazante dos rios – foram desenvolvidos e adaptados ao longo do tempo pelos indígenas. Os povos indígenas …

por em

Desmatamento no Cerrado e resistências nos territórios

Eu sou roceiro, vivo de cavar o chão. Tenho as mãos calejadas, meu senhor. Me falta terra, falta casa e falta pão Não sei onde é o Brasil do lavrador. (“Eu sou roceiro”, canção de Jorge Pereira Lima cantada pelas lideranças Isabel e Maria de Fátima Rodrigues da Comunidade Quilombola Barra da Aroeira- TO)     O …

por em

Comida de verdade no campo e na cidade em tempos de pandemia

De muitos territórios do Cerrado, recebemos relatos de comunidades em que a produção está se perdendo em razão da suspensão das feiras livres e agroecológicas e de outros canais de comercialização. Por outro lado, para muitas famílias das cidades e, também, do campo, a fome tem sido uma ameaça constante em tempos de pandemia. As …

por em

A vida entre as chapadas e os vales

Ser geraizeiro e fecho de pasto é “ser uma comunidade que tem a sua independência”  As comunidades geraizeiras e de fundo e fecho de pasto do Oeste da Bahia têm memórias e histórias que remontam à sua origem indígena e negra, além dos primeiros vaqueiros do vale do rio São Francisco, que se espalharam por …

por em

Em tempos de pandemia, é preciso fazer germinar a vida

Durante o Fórum Popular da Natureza, realizado virtualmente no mês de junho de 2020, a Campanha Nacional em Defesa do Cerrado promoveu uma oficina sobre as conexões entre os povos dos cerrados, a conservação da biodiversidade, os conflitos agrários e a prevenção de futuras pandemias. Participaram Larissa Packer, advogada popular da GRAIN América Latina; Abeltânia …

por em

A biodiversidade é o melhor remédio contra pandemias

Há um silêncio ensurdecedor na mídia sobre as causas dos surtos recorrentes de doenças zoonóticas nos últimos 20 anos, tais como Covid-19, gripe aviária e gripe suína. No entanto, diversos estudos vêm, há anos, mostrando como a destruição da biodiversidade causada pela produção agrícola industrial é o principal vetor da eclosão, mutação e proliferação dos …

por em

A força das mulheres do Cerrado: Raizeiras e Quebradeiras

As quebradeiras e as raizeiras representam dois modos de vida que têm forte protagonismo das mulheres e que vincula práticas socioprodutivas para autoconsumo e geração de renda, com saberes tradicionais majoritariamente manejados por mulheres e transmitidos de geração em geração. Ser quebradeira é ter uma “relação com a palmeira como se fosse com outra companheira” …

por em