A Convenção Constitucional e seus inimigos

Não é preciso estudar física para compreender a Terceira Lei de Newton, também chamada de “Princípio da Ação e Reação”: se um corpo atua com uma força sobre outro (ação), este tem uma reação contrária por meio de outra força de igual valor e direção, mas de sentido oposto (reação). Essa dinâmica se aplica não …

por em

Operação Condor: montando o quebra-cabeças

Por oito anos ela se dedicou a destrinchar e denunciar como as ditaduras sul-americanas coordenaram suas políticas repressivas para sequestrar, torturar e assassinar os opositores e opositoras políticos(as) e exilados(as), sem escrúpulos nem piedade. Perseverante e valente, a italiana Francesca Lessa – doutora em Relações Internacionais pela London School of Economics, pesquisadora e docente de …

por em

Os que não podem esperar

Ao chegar a La Moneda, o novo governo deparou com uma longa lista de problemas, alguns de caráter estrutural, que pressupõem as transformações relacionadas no programa de Gabriel Boric e que levarão tempo para ser resolvidos. Outros problemas, no entanto, requerem atenção rápida: são os que afetam o cotidiano das pessoas, embora também decorrentes do …

por em

O desafio de enfrentar uma oposição reacionária

De certa forma, Kast e o Partido Republicano não são uma anomalia na história da direita chilena. Se rastrearmos a racionalidade desse setor ao longo dos séculos XIX e XX, veremos que, em seu centro, chegar a uma liderança como essa faz bastante sentido. Um escritor que nos ajuda a compreender tais processos é Corey …

por em

O Chile caminha para uma democracia maior e melhor

O trabalho da Convenção Constitucional avança e a “folha em branco” já tem seus primeiros parágrafos. Em poucas semanas, os progressos foram substanciais e esboçaram um novo Chile descentralizado, que distribui poder às regiões, outorga autonomia aos territórios, reduz as desigualdades perante a justiça, reconhece a diversidade dos povos que habitam o país e tinge …

por em

A imaginação política feminista no poder

No momento, o grande desafio é ocupar os espaços com força transformadora, evitando os riscos de uma institucionalização domesticadora, superando as tensões que isso seguramente gerará entre governo e movimento feminista, e, sobretudo, enfrentando as ambiguidades que sem dúvida, dentro do próprio governo, poderiam manifestar a tentativa de definir para a ação pública o que …

por em

A universidade pública no governo de Gabriel Boric

Em setembro, a edição chilena de Le Monde Diplomatique reproduziu o discurso que o presidente Salvador Allende proferiu na véspera da posse, no qual, além de saudar com emoção a multidão que comemorava seu triunfo, também destacou “quão extraordinariamente significativo é que eu possa me dirigir ao povo do Chile e ao povo de Santiago …

por em

Boric na América do Sul

Antes mesmo de ter acabado de assimilar sua vitória nas urnas e de montar sua equipe de governo, o presidente eleito se vê prematuramente questionado sobre sua política para a América do Sul. E já definiu duas coisas: não acompanhará Sebastián Piñera em sua viagem para não endossar o Prosurmas apoiará a Aliança do Pacífico[2]. …

por em

Boric: Ano Um

A última eleição presidencial foi qualificada, com razão, como a mais importante e decisiva que o país viveu desde o fim da ditadura. Em parte, porque era crucial e determinante para  viabilidade política da Convenção Constitucional e sua proposta de uma nova Constituição. A vitória de José Antonio Kast teria comprometido seriamente esse processo e …

por em

A direita e o preço de sua derrota

Poucas horas depois da profunda derrota sofrida pelo candidato republicano José Antonio Kast para o agora presidente eleito, Gabriel Boric, a direita iniciou sua jornada pelo deserto, esse caminho que nos momentos de fracasso começa a cobrar seu preço. Apesar de Kast ter obtido quase 44% dos votos, para a direita, seus partidos e lideranças …

por em

A tensão entre o poder constituinte e a ordem constituída

De outubro em diante, o poder transformador do poder constituinte se desdobrou como uma experiência vital dos povos em movimento que, ao questionarem, interpelarem e se apropriarem da narrativa constitucional chilena, viabilizaram um processo histórico que nos convoca a rever nossa convivência política desde suas bases. Essa força, popular e democrática, não pode simplesmente se …

por em