Junho 2018

Edição 131
DESPREZO PELO DIREITO INTERNACIONAL

Irã: Trump dita as regras

Edição 131 | Irã

Em 8 de maio de 2018, o presidente dos Estados Unidos decidiu, conforme os desejos de Israel e da Arábia Saudita, rasgar a assinatura de seu país e lançar uma disputa de poder com o Irã. O ex-empreiteiro nova-iorquino está acostumado a fazer apostas perigosas, a desdenhar da lei e a trair parceiros de negócios. Mas, desta vez, é a paz de toda uma região que está ameaçada


SUICÍDIO NA ADOLESCÊNCIA

A morte evitável

Detectar precocemente que uma pessoa está em risco de suicídio – ou seja, quando ela apresenta ainda “somente” ideias suicidas, mas nenhum plano concreto de executá-lo – é a principal “janela de oportunidade” para preveni-lo


ENTREVISTA - ELZA SOARES

“Eu gozo com as músicas desse disco”

Edição 131 | Brasil

Intitulado Deus é mulher, álbum mostra os desejos e anseios da intérprete carioca: “A gente ainda esconde muito nossa cara, então esse trabalho é um pedido: venham, saiam, busquem, gritem”


MISCELÂNEA

Miscelânea

Edição 131 | Brasil

TRUMP HUMILHA PARIS, LONDRES E BERLIM

Capachos europeus

Edição 131 | Europa

Nossos infindáveis moinhos de orações concluíram desse episódio que seria preciso haver mais da Europa. Mas, quanto mais esta se expande e se institucionaliza, menos resiste às ordens norte-americanas.


EDITORIAL

Enfrentar a barbárie

Edição 131 | Brasil

A contradição maior é entre um capitalismo financeirizado, que busca maximizar seus lucros a qualquer custo, ignora as consequências sociais de suas práticas e promove a barbárie na vida em sociedade, e a defesa da qualidade de vida por parte de todos que vivem do próprio trabalho.


CAPA

O fracasso da agenda econômica do golpe e o caminho alternativo

Edição 131 | Brasil

Este artigo busca analisar a atual crise econômica e o significado da agenda econômica golpista. Ademais, apresenta uma agenda alternativa para o desenvolvimento econômico, em que o crescimento é movido pela redução das desigualdades e pelo aumento e melhoria da infraestrutura social


EMENDA CONSTITUCIONAL 95

O “teto” não pode cair sobre nossa cabeça

Edição 131 | Brasil

Estudo do Inesc, CESR e Oxfam Brasil demonstra como a EC 95 colocou em risco os direitos sociais e econômicos básicos de milhões de brasileiros, com destaque para os direitos à alimentação, à saúde, à assistência social e à educação, ao mesmo tempo que exacerbou as desigualdades de classe, geração, gênero e raça/etnia e entre as regiões do país


CORTES DOS GASTOS SOCIAIS, RECESSÃO E DESEMPREGO

Democracia atrofiada x mercado financeiro hipertrofiado

Edição 131 | Brasil

Esta é a maior recessão pela qual passa o Brasil, aprofundada por um governo ilegítimo mediante a intensificação das políticas de austeridade e seguida do mais lento ciclo de retomada da história


DITADURA

O ovo da serpente

Edição 131 | Brasil

Essa nova avalanche de informações torna necessário reabrir a polêmica questão da anistia. Não se trata de revanchismo, mas de um esforço para reconstituir a história na medida em que novos dados provenientes de fontes norte-americanas permitem uma revisão de qual foi realmente o papel desempenhado pela cúpula da ditadura militar


UM PROJETO DE GRILAGEM DISFARÇADO DE DESENVOLVIMENTO

Camponeses moçambicanos derrotam o agronegócio

Edição 131 | moçambique

Os empresários do agronegócio do sul se parecem com os do norte: eles sonham com lucros fáceis cultivando culturas comerciais em detrimento da agricultura familiar. Assim nasceu o projeto ProSavana, que une o Japão e o Brasil a Moçambique. Entretanto, a inédita resistência de camponeses dos três Estados conseguiu interromper a operação


LÓPEZ OBRADOR CONTRA A “MÁFIA DO PODER”

No México, a tentação de ter esperança

Edição 131 | México

No dia 1º de julho, os mexicanos elegerão quinhentos deputados, 128 senadores, nove governadores e um novo presidente. Favorito nas pesquisas, o candidato de esquerda Andrés Manuel López Obrador oferece uma resposta moderada ao coquetel explosivo que assola o país: violência, corrupção e miséria. Mas a elite – cujas parcelas econômica, política e mafiosa se fundem cada vez mais – aceitará o jogo democrático?


DISCRIMINAÇÃO POSITIVA PARA OS NORTE-AMERICANOS RICOS

Como papai me colocou em Harvard

Edição 131 | EUA

Para selecionar seus alunos, as universidades norte-americanas levam em conta vários critérios: resultados escolares, origem étnica, local de residência e até mesmo sexo. As instituições de maior prestígio consideram também a linhagem familiar do candidato. Elas favorecem os filhos de ex-alunos, praticando assim uma forma de discriminação positiva… para os ricos


SEM AUTOCRÍTICA

Para os socialistas franceses, o fracasso é sempre culpa dos outros

Edição 131 | França

Diante de um desastre eleitoral, a maioria dos dirigentes políticos coloca em questão as escolhas que os levaram à derrota. Entretanto, as lideranças do Partido Socialista (PS) francês parecem ser completamente incapazes de imaginar uma estratégia diferente daquela que as condenou

 


AUTODISSOLUÇÃO DO ETA, SURDEZ DO GOVERNO ESPANHOL

No País Basco, a luta pela paz

Edição 131 | País Basco

Após meio século de luta armada marcado por numerosos atentados e diversas tentativas de resolução pacífica do conflito, no início de maio a organização basca Euskadi Ta Askatasuna (ETA) anunciou sua dissolução. O governo conservador espanhol aposta em uma derrota total dos separatistas, mas sua recusa de qualquer gesto conciliatório pode impedir que as feridas cicatrizem


A UCRÂNIA DISTANTE DO FERVOR PÓS-REVOLUCIONÁRIO

A reforma policial de Kiev

Edição 131 | Ucrânia

Apresentada como uma resposta às aspirações da revolta de 2014, a reforma da polícia ucraniana focou a corrupção dos agentes de campo, deixando intacta a instrumentalização do Estado por clãs políticos. Para compensar, os financiadores internacionais exigem a criação de órgãos judiciais ad hoc, uma solução que ameaça a soberania do país


MORADIA

Uma cidade que transforma migrantes em sem-teto

Edição 131 | São Paulo

A crise veio à tona de forma trágica com o incêndio e desabamento do Edifício Wilton Paes de Almeida. As ocupações são onipresentes no centro de São Paulo, e talvez a da “torre de vidro” fosse a mais evidente. Com o desabamento, ficamos sabendo que o prédio estava ocupado havia quinze anos e que nele moravam 450 pessoas. Cerca de 25% de seus moradores eram migrantes internacionais


O SÚBITO ENTENDIMENTO ENTRE AS COREIAS

O céu de repente volta a brilhar

Edição 131 | Coreia do Norte

No dia 24 de maio, Donald Trump anunciou a anulação de seu encontro com Kim Jong-un, marcado para 12 de junho. Para além das artimanhas retóricas destinadas a arrancar concessões da outra parte, os dois divergem a respeito do método para desnuclearizar a península. Já o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, não poupa esforços para fechar um acordo de paz


NACIONALISMO DEMOGRÁFICO NA HUNGRIA

O medo de desaparecer

Edição 131 | Hungria

Iniciada no começo da década de 1980, a queda da taxa de fecundidade da Hungria conduziu o país a uma redução no tamanho de sua população, agravada por uma forte emigração para o exterior. Com 1 milhão de habitantes a menos que há trinta anos, o despovoamento alimenta todo tipo de fantasmas e demagogias


LIBERTAÇÃO CALCULADA

Na Arábia Saudita, a emancipação feminina vem de cima para baixo

Edição 131 | Arábia Saudita

Empenhada na guerra no Iêmen e querendo empurrar para o Irã a carapuça de obscurantista, a Arábia Saudita redobra os esforços para melhorar as condições das mulheres do reino. Entretanto, as reformas propostas ou realizadas são lentas, frágeis e respondem apenas parcialmente às expectativas de mudanças