Miscelânica

HERDEIROS DA FACÚNDIA Raphael Silva Fagundes, Multifoco O livro é tributário da tese de doutoramento homônima, defendida por Raphael Silva Fagundes na Universidade do Estado do Rio de Janeiro em 2018. O autor utiliza a retórica como chave de leitura para compreender os discursos políticos de figuras importantes do mundo luso-brasileiro. Nesse sentido, os Sermões, …

por em

Tomar o mundo sem mudar o poder

Em dez anos, o montante gasto em ajuda humanitária em todo o mundo aumentou cinco vezes, atingindo US$ 28,9 bilhões em 2019.1 Esse crescimento financeiro é acompanhado de uma proliferação de estruturas, desde a associação local criada por alguns voluntários até a ONG internacional, passando por agências e programas das Nações Unidas e pelo Movimento …

por em

Milícias espalham-se por Burkina Faso

Na penumbra de seu escritório de janelas fechadas para manter o frescor, Ali Konaté aproveita um momento de descanso depois do almoço. Deitado no sofá, ele procura as palavras, parecendo hesitar entre o abatimento e o desespero. Há algum tempo, os dias estão mais longos e as noites se tornam agitadas para esse homem que …

por em

Na Irlanda, o nacionalismo insuflado pela crise social

Após a crise de 2008, os dirigentes europeus optaram pela austeridade, a pedido – às vezes de forma autoritária – da Comissão Europeia e do FMI. Essa escolha não tardou a provocar uma onda de protestos populares, seguida da emergência de personalidades e de formações opostas à ortodoxia orçamentária – do Podemos na Espanha ao …

por em

Controvérsia sobre o populismo de esquerda

Em sua recente obra, Le siècle du populisme,1 Pierre Rosanvallon se surpreende com o fato de que, ao contrário de outras ideologias da modernidade, como o liberalismo, o comunismo e o anarquismo, o populismo não está associado a nenhuma obra de envergadura. No entanto, segundo ele, trata-se de uma proposição política dotada de uma coerência …

por em

OEA, o ministério das colônias norte-americanas

Criada em 1948 no centro do confronto entre os Estados Unidos e a União Soviética, a Organização dos Estados Americanos (OEA) constitui um dos instrumentos da projeção geopolítica de Washington na América Latina e no Caribe, cujos países ingressaram na organização, um após o outro, à medida que conquistavam sua independência entre as décadas de …

por em

Na Flórida, ricos não poderão mais viver com o pezinho na água

Nas lojas de souvenirs de Miami Beach, canecas ilustradas com um mapa-múndi se destacam nas prateleiras: se você colocar água quente dentro delas, a Flórida desaparece do mapa. Aqui a era do negacionismo ficou para trás. Os ônibus que atravessam Miami ajudam a espalhar a mensagem: “A mudança climática é real”. O assunto é amplamente …

por em

Suécia evita estado de emergência

“Saia e aproveite seus parques públicos.” O cartaz municipal que anuncia a primavera nas ruas de Estocolmo poderia passar por uma provocação em relação aos 4 bilhões de pessoas confinadas em outras partes do mundo. É certo que, no fim de março, a estação de metrô Abrahamsberg estava deserta na hora do rush. O uso …

por em

Da crise de saúde à panaceia de segurança

Na Austrália Ocidental, o governador agora tem autoridade para impor tornozeleiras eletrônicas a pessoas potencialmente infectadas com o coronavírus e colocadas em isolamento. Na China, a temperatura corporal dos entregadores de refeições prontas aparece ao mesmo tempo que sua localização geográfica no smartphone dos destinatários, os quais são igualmente rastreados para avaliar seu risco de …

por em

O arsenal bolsonarista: conflito e caos como métodos da ação política

Um dos poucos consensos na interpretação do período político atual é a avaliação de que o governo Bolsonaro corresponde a um momento particular na história brasileira. Tanto em leituras de acadêmicos como na dos atores políticos, da esquerda à extrema direita, a constatação dessa singularidade está presente. Por conta desse ineditismo de escolhas e práticas …

por em

Uma via expressa para a renda básica universal?

Em setembro de 2018, António Guterres proferiu seu primeiro discurso como secretário-geral da ONU para a Assembleia das Nações. Ao falar das mudanças no mundo do trabalho no século XXI, afirmou que será importante que os governos ao redor do mundo fortaleçam sua rede de proteção social, levando em conta a possibilidade de adotarem para …

por em

Aos trancos e barrancos, o Brasil diante da crise

Um dos elementos mais significativos desta crise é a imprevisibilidade. Simplesmente não sabemos qual é a profundidade do poço. Até agora o vírus está se espraiando a partir do andar de cima da sociedade, de pessoas que têm como se isolar e se proteger, e está se alastrando de maneira ainda contida. Mas, ainda que …

por em

Oportunidade de acabar com o livre-comércio

A pandemia da Covid-19 poderia acabar com a era do livre-comércio frenético, esse regime econômico feito sob medida para o setor privado que há anos acarreta custos consideráveis para as populações e o planeta. Interesses poderosos se oporão a isso: eles vão implorar pelo surgimento do “capitalismo de crise” para garantir que tudo, amanhã, seja …

por em

Quem vai pagar?

A crise que está ocorrendo não é de saúde, mas de natureza econômica. O bater de asas de borboleta que sem dúvida ocorreu no mercado de Wuhan caminhou seguindo as linhas de fragilidade do capitalismo globalizado e liberalizado, que reimplantou há quarenta anos suas “cadeias de valor” de acordo com os eldorados de fachada que …

por em

Covid-19, menu degustação da crise climática

Em março de 2020, a crise da saúde relegou as notícias sobre o clima para longe das manchetes. No entanto, este mês será marcado como o décimo consecutivo com uma temperatura média acima do normal na França. “Uma série de dez meses ‘quentes’ consecutivos em escala nacional é sem precedentes”, observa a Météo France, cujos …

por em

A hora do planejamento ecológico

Desvelar o funcionamento do capitalismo foi um dos maiores méritos de Martin Luther King: é socialismo para os ricos e livre iniciativa para os pobres. Essa lógica pode ser verificada em tempos normais: nas últimas décadas, por exemplo, os Estados nacionais construíram um mercado de dívida pública, oferecendo deliberadamente a operadores privados o controle sobre …

por em

As milícias digitais do capitão

Não se atreva a discordar ou fazer críticas ao presidente. Você entra na mira das milícias digitais do capitão. Nem mesmo ministros do seu próprio governo escapam dessa perseguição destruidora de reputações. São ataques anônimos que veiculam mentiras, falseiam a realidade e seguem um método: primeiro sua credibilidade é atacada, depois eles te intimidam; com …

por em

Todos crianças

Mais uma vez o mundo deles cai por terra. E não fomos nós que o quebramos. Evocamos neste momento o programa econômico e social do Conselho Nacional da Resistência, a conquista dos direitos sindicais e as grandes obras do New Deal. Mas muitos maquisards [membros da Resistência francesa na Segunda Guerra Mundial] tinham conservado suas …

por em