Reforma política: democracia ou plutocracia?

  O último governo militar, comandado pelo general Figueiredo e articulado ideologicamente pelo general Golbery, o atual sistema político foi estruturado com o objetivo de, parcialmente, contemplar demandas democráticas (caso do pluripartidarismo), mas fundamentalmente manter o statu quo, o que implicou, por um lado, impedir qualquer reprimenda às barbáries impetradas pelos militares e, por outro, …

por em

A força da palavra repressiva

  Ao contrário do que muito se ouve, o Brasil não é o país da impunidade, estando mais próximo de ser o país da repressão: com mais de 580 mil pessoas presas, segundo dados de 2013,1 o país é o quarto que mais prende no mundo. No entanto, quando se fala em repressão, não basta …

por em

Corrupção e a “bopização” brasileira

Que horas são? Gostaríamos de propor uma hipótese: em 2015, quanto mais prementes forem os reclamos legítimos de setores da sociedade brasileira, mais fortemente o tema da corrupção será explorado por políticos e pela mídia corporativa. Fica a pergunta: quanto esse discurso denuncista, atualmente generalizado, fala à verdade do tempo? Quanto a corrupção, por si, …

por em

O custo do monolinguismo

  No seio das organizações internacionais, a política linguística torna-se objeto de debates intensos. Ainda que as regras estatutárias definam línguas oficiais e línguas de trabalho (seis nas Nações Unidas,1 24 na União Europeia),2 um monolinguismo se impõe pouco a pouco. Evoca-se, quase sem complexos, uma nova língua franca: o English Lingua Franca(ELF).3 Por longo …

por em

Para acabar com o terrorismo

  Foi uma batalha homérica, coberta hora a hora por todos os meios de comunicação do mundo. A Organização do Estado Islâmico (OEI), que havia conquistado Mossul em junho de 2014, prosseguia em seu avanço fulgurante em direção a Bagdá e à fronteira turca, e ocupava 80% da cidade de Kobane, na Síria. Os combates …

por em

De bermuda nas trincheiras

  Memorial do Holocausto de Berlim, Parque da Memória em Buenos Aires, Museu-Memorial de Drancy, estupa [monumento construído sobre restos mortais (N.T.)] para as vítimas dos khmers vermelhos, Museu do 11 de Setembro nova-iorquino… Tantos lugares que têm menos de dez anos e testemunham a vontade de fixar a memória em locais simbólicos. Particularidade desses …

por em

Elogio aos sindicatos

  Considerando que todos afirmam estar preocupados com o aumento das desigualdades, por que essa análise do Fundo Monetário Internacional (FMI) passou de tal forma despercebida?1 Por causa de suas conclusões? Num estudo publicado em março, dois economistas oriundos desse templo do liberalismo destacam “a existência de uma ligação entre a baixa taxa de sindicalização …

por em

A guerra pelo petróleo se joga no mar

No início de maio de 2014, a instalação da plataforma petrolífera de perfuração HYSY-981 nas águas contestadas do Mar da China Meridional suscitou especulações sobre as motivações chinesas. Na avaliação de diversos observadores ocidentais, Pequim pretendeu, com esse gesto, demonstrar que pode impor seu controle e dissuadir outros países de seguir com suas reivindicações de …

por em

Petróleo e paranoia

E o gênio teve uma ideia. Pensando no Irã e na Venezuela, Thomas Friedman, colunista do The New York Times, concebeu, em 2009, a “Primeira Lei da Petropolítica” – com maiúsculas: “Nos países ricos em petróleo, o preço do petróleo bruto e o passo das liberdades seguem sempre em direções opostas”.1 Atenção, esclarece Friedman, uma …

por em

Em Atenas, a mídia de joelhos

Os Estados Unidos, leilões lançados em novembro de 2014 e destinados a atribuir cerca de 1,5 mil frequências do espectro hertziano atingiram US$ 45 bilhões.1 Nada comparável à Grécia. Ali as redes de televisão e de rádio privadas dispõem de licenças ditas “provisórias” desde 1989. E não pagaram um único centavo ao Estado. Há alguns …

por em

Tata, uma lenda indiana

“Valores mais fortes que o aço.” O slogan do maior complexo siderúrgico da Índia, a Tata Steel, destaca a singularidade do grupo, maior conglomerado privado do país. Os valores em questão – confiança, confiabilidade, responsabilidade social – ecoam os princípios estabelecidos por seu criador, Jamshetjee Nuswarjee Tata (muitas vezes chamado simplesmente de Jamshetjee). Na Índia, …

por em

O fim da “geração silenciosa”

  Num país como a Nigéria, que tem 65 milhões de internautas, não é raro que as redes sociais se agitem. Assim ocorreu no sábado, 7 de fevereiro, por volta do meio-dia, quando se difundiu uma notícia transmitida pela agência Reuters a partir de Dakar (no Senegal): previstas para 22 de fevereiro, as eleições parlamentares …

por em

Quando os jovens dão uma aula

  iversidade Cheikh-Anta-Diop, de Dakar, sexta-feira, 13 de fevereiro, 16 horas. Todo mundo é convidado a rezar, depois a cantar o hino nacional do Senegal. É o ritual de toda conferência organizada pelo movimento Y en a Marre (Yeam). Sob uma tenda branca, estudantes e professores discutem as manifestações que agitam o imenso câmpus desde …

por em

Uma vassourada de cidadania

  É muito fácil brincar de rebelde nos clipes e ao mesmo tempo não se arriscar quando se apresenta concretamente a ocasião de melhorar a situação do país”, martela o rapper Serge Bambara, conhecido como Smockey. “Não temos outra escolha senão nos envolver, porque essas pessoas são o público que nos pediu que falássemos em …

por em

Na frente de batalha do urânio

  algumas manhãs de inverno, a umidade sobe do Dnieper e mergulha nas brumas os blocos de concreto da central nuclear da cidade de Enerhodar, situada no oblastde Zaporijia (sudeste da Ucrânia). Ônibus impregnados de uma neve suja descem as avenidas para transportar 11 mil empregados para o coração do complexo nuclear. “Enerhodar é uma …

por em

Os Apalaches decapitados pelos mercadores do carvão

Na tarde de 5 de abril de 2010, uma poderosa bola de fogo espalhou-se pelas galerias de Upper Big Branch, mina de carvão do Coal River Valley, na Virgínia Ocidental. Dezenas de homens foram pegos na armadilha. Caminhões-satélite da Cable News Network (CNN) correram para o local; o presidente Barack Obama apareceu na televisão. O …

por em

Rússia ao resgate

  Vladimir Putin deve ser o primeiro chefe de Estado a receber Kim Jong-un, convidado para as cerimônias do septuagésimo aniversário da vitória russa sobre o nazismo, no dia 9 de maio. Essa viagem ao exterior, a primeira desde que sucedeu ao pai em dezembro de 2011, será a oportunidade de o líder norte-coreano conhecer …

por em

São Paulo a seco

  Um restaurante elegante no coração de São Paulo, capital econômica do Brasil. O sommelier apresenta a seus clientes uma garrafa de vinho, que ele manipula como se fosse um bebê, e em seguida serve seu conteúdo, em copos de plástico. Nos banheiros do local, impecáveis, o sifão foi desmontado e a água corre direto …

por em

Uma falsa polarização

Há intelectuais que querem nos fazer crer que estamos vivendo no Brasil uma polarização de posições políticas entre esquerda e direita, entre neoliberais e bolivarianos, entre uma classe média “coxinha” e os trabalhadores, e por aí vai. De quebra assistimos à condenação do governo federal e do PT como corruptos. Isso é o que vemos …

por em

Prisão fora dos muros, uma solução esquecida

  “A gente sai do xadrez e é atirado na rua, no frio, na hora que eles bem entendem!” Rachid reclama por princípio,1 porque prefere estar aqui a estar na prisão. São 8 horas da manhã. Na noite anterior, a temperatura caiu abaixo de 0 °C na pequena comuna de Saint-Hilaire, a poucos quilômetros de …

por em