Março 2022

Edição 176

R$ 18,00Comprar

DIGITALIZAÇÃO FORÇADA

“Abuso institucional”

Edição 176 | França

EDITORIAL

Destruição a mando dos Estados Unidos

Edição 176 | Brasil

CAPA

O Centrão na Câmara e o governo Bolsonaro

Edição 176 | Brasil

Como o Centrão se comporta nas votações da Câmara? Ele apoia o governo mais do que o conjunto da Casa? Isso mudou (e como) ao longo da legislatura? Qual é o sucesso efetivo do presidente na aprovação de sua agenda e qual é o desempenho dos projetos de parlamentares do Centrão relativamente ao conjunto dos deputados? Qual é a agenda priorizada pela Câmara e aquela emplacada pelo Centrão?


CENTRÃO

Da Constituinte ao governo Bolsonaro

Edição 176 | Brasil

O objetivo deste artigo é desvendar o Centrão, descrevendo suas características e trajetória, desde seu surgimento na Constituinte até o ingresso no governo Bolsonaro. Seu apogeu aconteceu e acontece nos mandatos de José Sarney, Michel Temer e Jair Bolsonaro


A SAÍDA DA CRISE EXIGE REFORMAS MAIS RADICAIS

Sede de reformas na América Latina

Edição 176 | América Latina

Ex-presidente da Colômbia e ex-secretário-geral da Unasul, Ernesto Samper desenha um quadro sombrio das políticas colocadas em prática na América Latina nas últimas décadas. Após a crise sanitária, que expôs a falência do neoliberalismo, a via do progresso passa cada vez mais pela integração regional


A COLONIZAÇÃO DA LIBERDADE POR EXTREMISTAS DE DIREITA

Protestos de caminhoneiros no Canadá e no Brasil

Edição 176 | Brasil

Não foi só no Brasil que a colonização da liberdade por extremistas de direita causou a corrosão de valores democráticos e polarizou a sociedade. Também no Canadá a difusão dessas ideias autoritárias alimenta um poderoso movimento reacionário, formado principalmente por caminhoneiros e autodenominado Freedom Convoy


A DIFICULDADE DAS ONGS PARA RECENSEAR OS “DANOS COLATERAIS”

Síria e Iraque: civis são as principais vítimas dos bombardeios

Edição 176 | Iraque

O uso intensivo de bombardeios aéreos na Síria e no Iraque provocou a morte de milhares de civis em menos de dez anos. Invariavelmente, os responsáveis, como a aliança internacional liderada pelos Estados Unidos, tendem a minimizar o balanço. Ou a negá-lo, como faz a Rússia, aliada do governo sírio


COMO “PUNIR” ADVERSÁRIOS

Sanções e guerra no conflito ucraniano

Edição 176 | Ucrânia

Ao reconhecer a independência de duas regiões separatistas, o presidente Vladimir Putin comprometeu a integralidade da Ucrânia e acelerou a espiral de sanções contra a Rússia: embargos, restrições financeiras, lista de dirigentes excluídos de reuniões internacionais… Apesar de raramente eficazes, essas medidas são cada vez mais usadas por Washington e União Europeia


CRISE UCRANIANA É PRETEXTO PARA ESTADOS UNIDOS PRESERVAREM SUA SUPERIORIDADE

Retirada norte-americana vai durar seis meses…

Edição 176 | Ucrânia

Seis meses após a queda de Cabul e da debandada ocidental do Afeganistão, os Estados Unidos sentem-se obrigados a enfrentar um desafio colocado por um rival estratégico, a Rússia, poderosa militarmente, mas, a seus olhos, menos prioritária que a China. O conflito na Ucrânia, contudo, permite que Washington reúna atrás de si aliados europeus amedrontados


UMA JURISDIÇÃO QUE RARAMENTE DEFENDEU AS LIBERDADES PÚBLICAS

Nos Estados Unidos, uma Corte supremamente política

Edição 176 | EUA

Demissionário da Suprema Corte, o juiz Stephen Breyer oferece a Joe Biden a chance de indicar seu sucessor, que precisará ser confirmado pelo Senado. No caso, uma sucessora, já que o presidente prometeu escolher uma afro-americana. O equilíbrio do tribunal, contudo, não será muito modificado: ele continuará favorecendo as políticas conservadoras


UMA ORDEM MONETÁRIA OBSOLETA QUE TENTA SOBREVIVER

É preciso temer a inflação?

Edição 176 | Mundo

Confrontados aos sobressaltos da economia mundial, os políticos parecem encanadores de desenho animado. Sem ferramentas para impedir um vazamento de água, eles utilizam as mãos… mas o líquido acaba saindo de qualquer forma. Deflação ou bolhas especulativas, inflação ou recessão, os encanadores neoliberais não consertam nada, só deslocam o problema


O CRIOULO DA REUNIÃO COMO SÍMBOLO DE UMA COMUNIDADE DE DESTINO

Ilha da Reunião: é preciso partir para assegurar o futuro?

Edição 176 | França

A população da Reunião quadruplicou desde que a ilha se tornou departamento francês em 1946. Para limitar a pressão demográfica e evitar uma explosão social, as autoridades sempre incentivaram a emigração para a França. Mas essa dependência em relação à antiga potência colonial tem privado a população de parte de seus talentos. Cada vez mais, os jovens anseiam permanecer na ilha e falar sua língua materna


UM NINHO DE ESPIÕES NORTE-AMERICANOS, CANADENSES, BRITÂNICOS, AUSTRALIANOS E NEOZELANDESES

O retorno dos five eyes diante do avanço chinês

Edição 176 | Mundo

Se a vasta malha dos serviços de inteligência norte-americanos foi revelada por Edward Snowden e Julian Assange, ninguém parece preocupado com a aliança dos cinco gigantes da espionagem: Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia. Nascidos nas vésperas da Segunda Guerra Mundial, os five eyes conhecem um novo esplendor


KERALA, UMA ESPÉCIE DE “ESCANDINÁVIA DA ÁSIA”

O niqab no país dos sovietes indianos

Edição 176 | Índia

Sob a liderança do fundamentalista hindu Narendra Modi, os muçulmanos são perseguidos e a violência inter-religiosa avança em toda a Índia. Em Kerala, contudo, a visibilidade dos islâmicos só aumenta. É comum ver mulheres de niqab. Esse pequeno estado indiano é governado pelos comunistas – uma aliança inédita entre marxistas e muçulmanos rigoristas?


NÃO TEM PARA TODO MUNDO, É CARA E DÁ PROBLEMA QUANDO CHOVE

A internet em quilombos e áreas rurais do Nordeste

Edição 176 | Brasil

Longe de ser um caso isolado, a realidade vivenciada pelo quilombo Sumidouro, impossibilitado pela pandemia e pela falta de internet de seguir negociações com empreendimentos de energia eólica em sua região, é emblemática de um cenário mais amplo de negação do acesso à rede e às tecnologias digitais aos grupos mais vulnerabilizados da população


MARIETA SEVERO

“A ditadura me formou na carne e mudou a minha vida”

Edição 176 | Brasil

Em entrevista, Marieta Severo compara regime militar ao governo Bolsonaro e diz que sociedade brasileira deve evoluir politicamente para não eleger políticos autoritários


RESENHAS

Miscelânea — Resenhas

Edição 176 | Brasil