Estratégias dos movimentos e projeto de emancipação

Atravessamos um período de grandes atribulações e profundas incertezas. Vivemos provavelmente uma época de transição, em que as tendências antigas vão desaparecendo e as novas estão se formando. A citação de Antonio Gramsci é de grande atualidade: “O velho mundo agoniza; o novo mundo tarda a nascer, e, nesse claro-escuro, irrompem os monstros”. Cumpre, ao …

por em

“Oremos por nosso xerife, oremos por sua vitória nas eleições”

  Quatro de agosto de 2015, dia de eleições primárias no Mississippi. Uma frase não sai das rádios do condado de Hinds, um dos mais pobres do estado: “Você escolhe quem te coloca na cadeia”. Contundente, o argumento faz do xerife, que será eleito entre outros nesse dia, um chamariz para um escrutínio muito mais …

por em

A era das revoltas

A impopularidade persistente dos dirigentes socialistas franceses não surge de uma exceção nacional que poderia ser imputada a números ruins do emprego ou à negação metódica dos principais ideais da esquerda. O esgotamento de um ciclo ideológico encarnado há vinte anos pela “terceira via” de Bill Clinton, Tony Blair, Felipe González, Dominique Strauss-Kahn e Gerhard …

por em

Democratas deslumbrados com o Vale do Silício

Em seu discurso sobre o estado da União de 2011, o presidente Barack Obama falou com eloquência do fardo suportado pelos trabalhadores do país, os norte-americanos sem diploma que outrora tinham emprego para a vida toda e naquele momento pagavam caro pela conta da desindustrialização: cidades despedaçadas, vidas arruinadas e salários de fome. Logicamente, naquele …

por em

A Constituição sob (constante) ataque: a resposta pela luta por mais direitos

A promulgação da Constituição em 1988 representou uma promessa de superação definitiva do passado autoritário brasileiro. Tal compromisso encontrava-se fundado, sobretudo, na ampla mobilização social que antecedeu a aprovação do respectivo texto final, opondo-se aos documentos constitucionais anteriores, desprovidos de participação popular. Daí a denominação “Constituição cidadã”. A vigência, a partir de 1988, dos mais …

por em

Constituição de 1988: o direito e o avesso

A Constituição de 1988, como todas as anteriores aqui promulgadas, tem duas espécies de vigência: a oficial e a efetiva. Esse dualismo é fruto da discordância entre, de um lado, o corpo de normas jurídicas promulgadas e, de outro lado, a realidade social. Nesta, prevalecem os dois elementos estruturantes de toda sociedade política, ou seja, …

por em

No Reino Unido, imigrante prisioneiros das castas

Ram Lakha galga veloz os degraus da ampla escadaria de madeira, conduzindo os visitantes pelas suntuosas salas medievais. O afável sexagenário conhece a prefeitura de Coventry como a palma da mão. Ele é conselheiro municipal nesse antigo centro industrial do Reino Unido, no coração de Midlands, há mais de 25 anos. Chegou mesmo a ser …

por em

Na Romênia, todos têm casa própria, menos os ciganos

Aos 58 anos, Maria Ursu, locatária como todos os seus vizinhos, ficou transtornada por causa de sua expulsão. Em 15 de setembro de 2014, as 25 famílias do número 50 da Rua Vulturilor foram obrigadas a deixar as modestas residências que alugavam do Estado havia quase vinte anos. Uma grande tela de alumínio foi instalada …

por em

Resultado de 25 anos de ultraliberalismo

No escritório do Solidariedade na mina Pokoj (“Paz”), em Ruda Slaska, na Silésia, Adam Kalabis, de 46 anos, com um físico de praticante de luta livre e cabelo rapado, nos oferece chá. Seus enormes punhos ainda estão meio enegrecidos pelo carvão: há meia hora, ele estava trabalhando 800 metros abaixo da terra. “Aqui há 4 …

por em

Em Israel, a hora da inquisição

Não se passa uma semana sem que a direita e a extrema direita israelenses aleguem descobrir novos traidores. ONGs de esquerda denunciadas como “espiãs financiadas pelo estrangeiro” que colaboram com “o inimigo palestino”; escritores, artistas, personalidades políticas; na web, todos têm direito ao shaming, isto é, às intimidações e humilhações, frequentemente acompanhadas de insultos racistas …

por em

Como a agroecologia pode alimentar o planeta de forma sustentável

A agricultura contribui muito mais do que se imagina para o aquecimento global. Em escala mundial, estima-se que 14% das emissões de gases de efeito estufa (GEE) provenham da agricultura. Na França, essa proporção teria sido de 21% em 2012.1 O setor agrícola nacional disporia de um imenso potencial de redução dos GEE se saísse …

por em

A disputa é nas ruas

As razões O núcleo da crise atual está na consolidação de um bloco das elites brasileiras a partir do final de 2012 – grandes corporações e sistema financeiro – que não quer mais nem o PT nem Dilma no governo. Essa oposição envolve também afastar, por todos os meios, a possibilidade da candidatura de Lula …

por em

É possível fabricar um smartphone comercialmente justo?

  Com 1,4 bilhão de aparelhos fabricados em 2015,1 o smartphone é um símbolo da economia globalizada, resumida no verso de cada iPhone pela seguinte frase: “Concebido na Califórnia, montado na China”. As duas principais marcas desse aparelho, Apple (231 milhões de unidades em 2015) e sua rival sul-coreana Samsung (324 milhões),2 estão em intensa …

por em

As pílulas e a prisão: produção e gestão do sofrimento

  São Paulo, julho de 2015, Centro de Detenção Provisória de Pinheiros I. Em um quarto apertado, cerca de quarenta homens se aglomeram para narrar as dores e angústias da prisão. Um senhor, de aproximadamente 40 anos, resume de maneira categórica a situação atual do CDP I, mas, ao mesmo tempo, e em uma só …

por em

A natureza da crise política

Comecemos por um truísmo: a conjuntura política é complexa e difícil para as classes populares no Brasil e na América Latina. No caso brasileiro, em que consistem essa complexidade e dificuldade? Ambas procedem fundamentalmente de duas características interligadas e definidoras da crise política atual: a ofensiva política restauradora da direita neoliberal, que foi a iniciativa …

por em

Esporte, a nova arma do Kosovo

Reconhecido como Estado por mais de uma centena de países da ONU, o Kosovo ainda está longe de ser uma unanimidade, incluindo a União Europeia, onde cinco governos contestam sua independência, assim como os meios que lhe permitiram conquistá-la. Em novembro de 2015, por exemplo, ele fracassou na tentativa de entrar na Organização das Nações …

por em

No Brasil, só há esquerda fora do governo

O signo do século XXI vem sendo bastante desalentador. Vivemos uma época de perda de direitos sociais e retrocessos políticos democráticos em escala mundial. No Brasil, em particular, onde houve uma experiência inédita de um operário presidente com apoio de um partido e de uma central sindical de trabalhadores, vive-se uma enorme frustração com o …

por em

Cada vez mais desigual

   

por em

Um programa econômico alternativo

Precisamos de unidade para derrotar a direita. Mas na esquerda brasileira continuarão existindo diferentes análises, programas, estratégias e táticas – o que não constitui um obstáculo intransponível, ou seja, não impede nosso êxito em defender e ampliar os direitos sociais, as liberdades democráticas, a soberania nacional e a integração regional. Nem impede a luta pelo …

por em

A estratégia da comoção

A democracia reage como uma rã. Se jogada em uma panela de água fervente, salta para fora imediatamente; porém, se colocada na panela com a água ainda fria, a fogo lento, deixa-se cozinhar. De forma análoga, diversos fenômenos “cozinham” insidiosamente as democracias, ao contrário do efeito que produz um golpe de Estado, com seus militares …

por em