Classes médias?

As classes médias são algo difícil de entender. Talvez até porque sob essa classificação convivam tribos muito diferentes. E são elas, no entanto, que terão um papel decisivo nas próximas eleições, seja nos Estados Unidos, seja na cidade de São Paulo. A disputa de significados não é sem razão. O conceito de classe média que …

por em

Quando os executivos do business fracassam na política

Ao apresentar-se à reeleição com o argumento de fazer o que não pôde fazer antes e anunciando que mudou,1 Nicolas Sarkozy aumenta o longo inventário de promessas não cumpridas, abandonos e negações. O desemprego, a dívida pública, o poder aquisitivo, a insegurança pública, o Estado “irrepreensível”, as liberdades civis − a lista parece um naufrágio. …

por em

O caminho para a reindustrialização

Entre 1994 e 1998, a estabilização promovida pelo Plano Real foi acompanhada de uma forte valorização da moeda brasileira. Escorada na taxa Selic real de 22% ao ano, o uso abusivo da âncora cambial desestimulou os projetos voltados para as exportações e promoveu um “encolhimento” das cadeias produtivas submetidas à concorrência de importações “predatórias”. Em …

por em

Reequilibrar as relações entre China e Estados Unidos

Ao longo da última década, o PIB da China aumentou quase dez vezes mais rápido que o dos Estados Unidos: ele passou de cerca de US$ 1,1 trilhão em 2000 para US$ 5,88 trilhões em 2010, enquanto o norte-americano, no mesmo período, aumentou de US$ 10 trilhões para US$ 14,6 trilhões. A economia chinesa continua …

por em

Uma nova rodada

A hora da mudança é agora… Encorajada pela vitória eleitoral, a chefe de Estado impõe sua vontade ao governador do Banco Central, institui o controle do câmbio e anuncia que vai nacionalizar um setor-chave da economia há treze anos entregue à iniciativa privada. Dois membros do governo, nomeados por decreto para dirigir a grande empresa …

por em

A “cidade olímpica” e sua [in]sustentabilidade

As políticas urbanas neoliberais, que conhecemos no Brasil há cerca de duas décadas, vêm sendo formuladas no âmbito de uma economia simbólica que afirma visões de mundo, noções e imagens, as quais acompanham as ações de reestruturação urbana. Operações para reconversão de territórios e megaequipamentos culturais ou esportivos são acionados para soldar as forças sociais …

por em

Escracho, um instrumento de luta

(Ação da Frente de Escracho Popular, no dia 7 de abril em São Paulo, denuncia o legista Harry Shibata, que assinava laudos falsos para encobrir torturas) Na manhã de 25 de março de 2006, quem passava pela Avenida Cabildo, número 639, no bairro portenho de Belgrano, via a parte externa de um prédio residencial, precisamente …

por em

Uma esquerda sem graça prospera na Nicarágua

(Daniel Ortega discursa em evento que amrca o aniversário de morte do líder revolucionário Augusto César Sandino) Alguns cantam, uns agitam bandeirolas; outros ainda exortam com grandes gritos as primeiras fileiras a avançar. Neste 3 de dezembro de 2011, próximo ao Conselho Supremo Eleitoral (CSE), em Manágua, a manifestação ocorre sem incidentes. Quando Fabio Gadea …

por em

Riscos e perspectivas de alianças de classes

“Se a ordem social for realmente ameaçada, se os grandes princípios sobre os quais ela repousa se encontrarem submetidos a um risco sério, muitos oponentes entre os mais determinados, muitos republicanos entre os mais entusiastas seriam então, estamos convencidos, os primeiros a se unir às fileiras do partido conservador.”1 Essa predição, formulada em 1846 por …

por em

O cenário da mídia árabe ameaçado pelo dinheiro

(Em Washington, âncoras do canal local da Al Jazeera, Ghida Fakhry e Dave Marash, se preparam para apresentar telejornal) Bem menos celebradas do que as redes sociais, as emissoras de TV locais desempenharam papel igualmente importante na “Primavera Árabe”. Os celulares podem substituir as câmeras dos profissionais, mas apenas até certo ponto: suas sequências curtas …

por em

Afetada pela crise, a classe média vai às ruas

“Minha tenda está por ali, ao lado da do serviço técnico, onde cuidam da internet, das ligações com as outras ocupações, das atualizações no Facebook. Aqui está a cozinha, que serve café da manhã, almoço e jantar. E aqui é a tenda ‘chá e empatia’, com um piano, chá e café gratuitos!” Em Londres, diante …

por em

A mãe e a puta estão de volta

Nos últimos meses, parece que os cineastas franceses assumiram a missão de mostrar às jovens das classes médias e populares como superar o destino que as espera: estudos inúteis, ou nenhum estudo, seguidos de uma longa vida de trabalho ingrato por um salário irrisório. Contudo, trata-se menos de encorajá-las a fazer uma leitura política de …

por em

No “3° mundo”, os independentistas “reacionários”

No mundo colonizado pouco antes da Primeira Guerra Mundial, o debate sobre as alianças entre a classe trabalhadora e as “camadas médias” não seguia as mesmas lógicas que na Europa do século XIX. A classe trabalhadora era praticamente inexistente nesse momento, e o socialismo, embrionário. Os movimentos de resistência à ocupação estrangeira eram dirigidos por …

por em

Quando Holywood cultivava sua fibra social

Na época do New Deal, nos anos 1930, dizer-se de esquerda ou demonstrar qualquer inclinação pelo Partido Comunista tinha um efeito positivo em alguns círculos de Los Angeles. Afinal, uma das consequências da passagem para o cinema falado tinha sido a chegada maciça de escritores vindos da costa leste, frequentemente oriundos da imigração europeia, e …

por em

As camadas médias no levante árabe

A revolta árabe, desencadeada pelas manifestações de protesto que eclodiram na cidade tunisiana de Sidi Bouzid, após o suicídio do jovem Mohamed Bouazizi, em 17 de dezembro de 2010, reforça uma vez mais esta ideia: no momento em que um movimento de grande amplitude se une em oposição a um regime despótico e reivindica uma …

por em

A nova economia política brasileira

(Beneficiários do Bolsa Família em Anhanguera – GO) O Brasil não tem arraigada tradição democrática. Ao longo de mais de cinco séculos de história, o país mal registra cinquenta anos de democracia. Isso porque a herança política do Império (1822-1889) à República Velha (1889-1930) foi o prolongamento do antigo e carcomido regime da democracia censitária, …

por em

Devir mundo da favela e devir favela do mundo

Com a aproximação da Copa e das Olimpíadas nos próximos anos e a atual realização da Rio+20, faz-se necessário pensar não apenas o conceito de cidade, como também perguntar: em que Rio de Janeiro desejamos morar e viver? Se existe uma característica urbana tipicamente carioca, esta é a favela: ela está presente tanto no imaginário …

por em

Progresso recento do Brasil se aproxima da encruzilhada

O crescimento econômico iniciado em 2004, a taxas mais expressivas do que aquelas que vigoravam desde o começo dos anos 1980, trouxe uma série de benefícios ao país. Eles têm sido bastante discutidos, mas sempre é útil retomá-los quando se busca debater os atuais desafios e perspectivas. Antes de outras considerações, merece ser destacado o …

por em

A fabricação da classe média russa

“Em um futuro próximo, a classe média deverá tornar-se uma maioria social” – esse foi o prognóstico enunciado por Vladimir Putin no dia 29 de fevereiro de 2012, pouco antes de sua reeleição para a presidência da Rússia. Entre a nomenklatura onipotente e o proletariado marginalizado, essa classe revelou-se uma questão essencial da reforma política. …

por em

Angola socorre Portugal

Terceira maior economia da África subsaariana, logo atrás da África do Sul e Nigéria, Angola já se vê como um país emergente.1 Dotada de importantes reservas de hidrocarbonetos, às quais se acrescentam promissoras prospecções – prolongamento geológico das riquíssimas bacias brasileiras já em exploração –, o país é um dos maiores produtores africanos do ouro …

por em

Marchas e contramarchas diante da arbitrariedade governamental

(Protesto contra a construção de uma estrada no Parque Indígena Isiboro Sécure, realizado em 25 de abril de 2012, na capital La Paz) No fim de 2011, o governo boliviano enfrentou uma de suas piores crises ao insistir em construir uma estrada amazônica que não conta com os pré-requisitos técnicos, ambientais e sociais estabelecidos pela …

por em

Meios de comunicação contra a igualdade

A campanha eleitoral está em luta. Não se trata da “insurreição física” cara a Jean-Luc Mélenchon nem da exasperação da “maioria silenciosa” invocada por Nicolas Sarkozy. É, antes, uma frente de aristocratas contra a igualdade de acesso aos meios audiovisuais garantida a todos os candidatos à eleição presidencial. Em France Inter(3 jan.), Patrick Cohen se …

por em

Lições fundamentais para fazer a diferença

Estamos a quase uma geração da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (Rio-92), realizada em 1992, e o mundo hoje está bem diferente. Ganhamos mais de 1,5 bilhão de novos habitantes. A maioria de nós agora vive em áreas urbanas. Assistimos à rápida globalização da economia, às ondas maciças de …

por em

Entre a “proteção” e o “protecionismo”

A reconceituação do que se entende por território tem sido marcada por novos critérios de classificação que aparentam empreender uma volta ao passado, refletindo uma conhecida e dúbia combinação entre fatores ambientais e econômicos. Incorporados pelas ações governamentais mais recentes, esses critérios reeditam a prevalência do quadro natural, privilegiam biomas e ecossistemas como delimitadores de …

por em