Situação de rua e os desafios para os candidatos às prefeituras

Este artigo não visa apresentar soluções prontas para a situação de rua. A complexidade e extensão da questão, a diversificação territorial, o número de pessoas em situação de rua e os orçamentos de cada cidade são dimensões que devem ser consideradas na proposição de políticas públicas fundamentadas na consolidação do Sistema Único de Assistência Social …

por em

A internet pode ajudar a democracia?

Estas são as primeiras eleições brasileiras desde 1994 em que empresas estão proibidas de financiar candidatos. A máxima parece consensual, e temos de celebrá-la: não haverá campanhas políticas – e, portanto, mandatos – limpas e legítimas se o dinheiro continuar vindo carregado de toma lá dá cá. O que parece uma golfada de esperança num …

por em

Desafios para os prefeitos na área da saúde

Prefeitos e secretários de Saúde se encontram em uma situação bastante delicada diante da variedade de agravos sanitários que o Brasil vem sofrendo. Tanto a população quanto parcela importante da mídia tendem a responsabilizá-los pelos problemas sanitários, isentando a União e os estados da corresponsabilidade sobre o Sistema Único de Saúde (SUS). Nossa legislação não …

por em

Entre dois mundos

Um aspecto chama atenção quando se pensa nos trinta anos de ciclos de conferências: o surgimento, no meio desse percurso, de fatos novos, inteiramente novos, sem precedentes e sem exemplos, sem ligação com o passado, o que define o início de uma grande mutação. Essa mutação abalou de forma radical toda a vida social e …

por em

Mobilidade urbana

A mobilidade urbana no Brasil vem sofrendo, nas últimas décadas, grandes transformações que reduziram ainda mais a eficiência e aumentaram a iniquidade no uso do espaço público. De maneira geral, as políticas de mobilidade continuaram as mesmas verificadas na história moderna do Brasil, em que a utilização do espaço urbano a pé ou de bicicleta …

por em

Incômodos Políticos

Em setembro, os Estados Unidos celebram o Dia do Trabalho. Neste ano, ele terá como particularidade o fato de que muitos operários e empregados – homens brancos, em particular – se encaminham para reuniões com o candidato republicano. Donald Trump cultiva esses apoios fustigando os tratados de livre-comércio que precipitaram a desindustrialização dos antigos bastiões …

por em

Um bilionário fantasiado de operário contra uma madona virtuosa

Difícil imaginar escolha pior do que Cleveland, em Ohio, para realizar uma convenção nacional do Partido Republicano. Nessa cidade industrial, bastião tradicional dos democratas, qualquer esquina lembra que a política econômica dos republicanos provocou a destruição do mundo operário durante boa parte dos últimos quarenta anos. Em outros tempos, a cidade encarnava o poder manufatureiro …

por em

Washington analisa cenários para uma “guerra aberta”

Enquanto a corrida presidencial norte-americana atinge seu ápice e os líderes europeus estudam as consequências do Brexit, os debates públicos sobre a segurança se concentram na luta contra o terrorismo internacional. Mas, se esse tema satura o espaço midiático e político, ele desempenha um papel relativamente secundário nas trocas entre generais, almirantes e ministros da …

por em

As primárias de Vladimir Putin

Os dirigentes do partido Rússia Unida mostraram-se surpresos com a alta participação. No dia 22 de maio de 2016, mais de 10 milhões de cidadãos (cerca de 10% dos eleitores inscritos) participaram das eleições primárias daquele que é frequentemente chamado “o partido de Putin”. Antes da chamada ao sufrágio universal, os candidatos às eleições legislativas …

por em

A rota do Ártico passa pela Islândia

Em meio à vegetação amarelada que bordeja o fiorde mais comprido da Islândia, Thorvaldur Ludvik Sigurjonsson, cabelos ao vento, desenha mentalmente o local do futuro porto de Dysnes. O consórcio de empresas islandesas Arctic Services, que ele dirige, espera se aproveitar no futuro da abertura da rota marítima criada pelo derretimento da calota polar a …

por em

Moscou, o grande engarrafamento

Gosto de dirigir. Os automóveis são minha vida. Já tive vários Lada, norte-americanos, alemães… Agora estou gostando muito dos japoneses.” Ex-mecânico que se tornou motorista de uma empresa de aluguel de trajes de gala, Andrei Garachtchuk estira o braço para abrir a porta do passageiro de seu “Mazda-6, último modelo da terceira geração”. Um jato …

por em

Reação cultural na Caxemira

Uma galeria de arte contemporânea em uma cidade ocupada. Em 12 de janeiro de 2015, pela primeira vez na história, o estado de Jammu e Caxemira via nascer um local de cultura. Situada em Srinagar, a capital de verão1 dessa região ocupada pela Índia, a Gallerie One seria um lugar onde os artistas poderiam expor …

por em

São nossas crianças

Carta a Yayi Bayam Diouf, minha irmã1 Duzentos dos seus concidadãos e quase o mesmo número dos meus figuram entre os oitocentos mortos do naufrágio de 18 de abril de 2015 na costa da Sicília. Muitos são aqueles de quem já não se fala mais, aqueles dos quais nunca se falará, jogados nas fossas comuns …

por em

Nicarágua: o que resta do sandinismo?

  “Nicarágua sandinista”. As duas palavras estão coladas uma à outra. Na década de 1980, a América Central atravessava um período de revoluções e contrarrevoluções. Em 1979, os rebeldes sandinistas tinham conseguido derrubar o ditador Anastasio Somoza, há muito conhecido na região como “homem dos Estados Unidos”. Imputava-se aos líderes norte-americanos a tirada: “Somoza é …

por em

A verdade em questão

Sobre o que poderiam ser, a seus olhos, as razões e os objetivos reais que se dissimulam por trás da suposta busca pela verdade, Michel Foucault deu uma ideia muito clara da maneira pela qual ele representava a situação, em seu primeiro ano de curso no Collège de France: “Tratar-se-ia de saber se a vontade …

por em

O Congresso e a justiça têm lado

Todos já sabem, dentro e fora do Brasil, que o impeachment é uma farsa para tirar do poder a presidenta eleita e o PT. Não há crime para condenar Dilma. Se a justificativa for ainda o combate à corrupção, os mentores do golpe deveriam também ser acusados pela Lava Jato. Evidências não faltam, aliás, são …

por em

Dados pessoais, uma questão política

No mundo, foram vendidos 1,424 bilhão de smartphones em 2015; 200 milhões a mais que no ano anterior. Um terço da humanidade carrega um computador no bolso. Manipular esse aparelho tão prático é algo de tal forma óbvio que quase nos faz esquecer o que ele nos impõe em troca e sobre o que repousa …

por em

“Encantar a vulgar realidade”

“Até que não é ruim”, clama o cartaz estampado nas paredes. Ele reproduz o célebre “Beijo do Hôtel de Ville”, fotografado por Robert Doisneau nos anos 1950. Exceto que agora duas manchas vermelho-sangue sujam a imagem icônica dessa juventude despreocupada e feliz. Desde os atentados de 13 de novembro de 2015, grafites, estênceis, colagens, cerâmicas …

por em

A disputa pela cidade


As eleições municipais deste ano ocorrem em um cenário de profunda crise política e econômica. Para debater as perspectivas que se abrem com o pleito e analisar os atores e modelos em disputa pela cidade, o Le Monde Diplomatique Brasil conversou com a urbanista Raquel Rolnik, professora da FAU-USP. Confira a entrevista a seguir 

LE …

por em

Aix-Marseille, laboratório das fusões universitárias

Dominando o Vieux Port com a graça imponente de sua arquitetura imperial, a sede da reitoria da Universidade de Aix-Marseille (AMU) dá o tom. Com 74 mil estudantes, o estabelecimento – criado em 1º de janeiro de 2012 por meio da fusão da Universidade de Provence, da Universidade do Mediterrâneo e da Universidade Paul-Cézanne – …

por em

Excluindo o povo do orçamento público

O governo golpista enviou ao Congresso Nacional um projeto central para sua ação política: uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para limitar a expansão das despesas orçamentárias. Na fachada, a PEC 241/2016 cria um novo regime fiscal, que abrange as despesas de todos os poderes da União e dos órgãos com autonomia administrativa e …

por em