Nem amigos nem inimigos. Só interesses

Em dezembro de 2009, o instituto de pesquisas Latin Business Chronicle chamava a atenção para um fenômeno que havia passado despercebido pela maior parte da mídia. De 2007 a 2008, o comércio entre Teerã e a América Latina havia triplicado, atingindo US$ 2,9 bilhões: uma soma considerável se comparada aos fluxos comerciais praticamente inexistentes antes …

por em

Maria Rita Kehl está fora de moda

Não há coisa que um estudante de “humanidades” deseje mais, ao entrar na faculdade, do que se tornar “foucaultiano”. É um desejo irresistível. É um desejo, um destino, um chamamento. Foucault, “ame-o ou deixe-o”, como os militares diziam do Brasil. As pessoas enchem a boca para dizer “sou foucaultiano”. Eu mesmo já ouvi diversas vezes. …

por em

A Monsanto perde sua patente

Em fevereiro de 2010, a Phillips Morris Internacional iniciou uma ação contra o Uruguai para forçar o país a modificar sua nova legislação sobre o empacotamento de cigarros. Segundo a lei uruguaia – fundada no inquestionável direito do país de proteger a saúde pública – em 80% dos dois lados dos maços de cigarros devem …

por em

Quem tem medo dos Conselhos de Comunicação?

Para quem acompanhou a imprensa e os telejornais no mês de outubro, além da saturação com o noticiário eleitoral, sobrou a sensação de que a mídia brasileira está sob ameaça de censura. A aprovação de um projeto na Assembleia Legislativa do Ceará que indica ao governo daquele Estado a criação de um Conselho Estadual de …

por em

O futuro da economia argentina

Para a Argentina, 2011 será marcado por eleições gerais em plena crise econômica mundial. Isso significa que será preciso discutir a política de recursos e preços, sublinhada pelo cenário preocupante da inflação, com impacto forte sobre os produtos alimentícios. As projeções do governo para o ano que vem sugerem um aumento de preços de 8,9%1, …

por em

O espelho mágico do Facebook

Há alguns dias, o Facebook me pediu para trocar de nome. Não porque eu tivesse escolhido um apelido obsceno, que fizesse apologia ao ódio, ou que usurpasse o “nick” do todo poderoso Mark Zuckerberg (chefe, fundador e principal acionista do Facebook), ou até mesmo porque estivesse usando um nome vagamente parecido com o de uma …

por em

Mitos e verdades da guerra cambial

A reunião de presidentes e chefes de governo dos países do G20 (que juntos representam 90% da economia mundial) ocorreu em Seul, nos dias 11 e 12 de novembro deste ano. O objetivo era reduzir os grandes desequilíbrios econômicos e lançar as bases de um crescimento “forte, duradouro e equilibrado”. O encontro permitiu, sobretudo, que …

por em

O Supremo de hoje é produto da nossa história

LE MONDE DIPLOMATIQUE BRASIL – Quanto tempo você passou no Supremo Tribunal Federal? EROS GRAU – Seis anos. Exatamente seis anos e um mês. DIPLOMATIQUE – Que balanço que você faz dessa sua passagem pelo Supremo? EROS GRAU – Eu acho que, de certa forma, foi pagar uma dívida com a sociedade e com meu …

por em

Justiça fiscal é uma decisão política

Justiça fiscal é uma discussão que nasce na esfera tributária, mas só é plenamente compreendida quando analisada sob as luzes da justiça social. Para um princípio de entendimento, a progressividade e regressividade dos tributos são aspectos importantes a ser considerados, porém cedo estes conceitos se revelam insuficientes. O imposto de renda das pessoas físicas segue …

por em

Os anti-iluministas de hoje

A guerra contra os valores do Iluminismo é tão atual quanto nos séculos passados. As grandes questões enfrentadas pelos filósofos do século XVIII permanecem centrais: uma sociedade representa um corpo orgânico, um organismo vivo ou apenas um conjunto de cidadãos? Em que consiste a identidade nacional? Uma comunidade nacional se define em termos políticos e …

por em

Contra a “equidade”

Na época em que vivemos, os liberais se preocupam com os pobres. No Reino Unido, por exemplo, o primeiro-ministro David Cameron, inspirado por seu predecessor trabalhista Tony Blair, quer aumentar maciçamente as taxas de matrícula na universidade. Isso supostamente deveria se tratar de uma medida social. Objetivo? Não cobrar do conjunto dos contribuintes o financiamento …

por em

Crise desperdiçada

Barack Obama, quando candidato, prometeu governar com audácia, promovendo uma mudança progressiva. Ao contrário de Al Gore e John Kerry, Obama conseguiu mobilizar uma ampla coalizão de ativistas em algo semelhante a um movimento de massas. Uma maioria substancial de progressistas, normalmente céticos, resolveu apoiar Obama contra sua adversária democrata nas primárias, Hillary Clinton, assim como milhões …

por em

A esquerda existe nos EUA

Ainda existe uma oposição de esquerda nos Estados Unidos? Obrigado a ir cada vez mais à direita pela concorrência do “Tea Party”, o Partido Republicano procura eliminar seus últimos elementos moderados. Já o Partido Democrata, mais propenso a renunciar do que a combater, assiste ao crescimento em  própria estrutura de uma corrente conservadora, enquanto a …

por em

A Alemanha prepara suas garras

Os verdadeiros centros decisórios da União Europeia não se limitam aos assentos da Comissão, do Conselho, do Parlamento e da Corte de Justiça – Bruxelas, Estrasburgo e Luxemburgo. É necessário acrescentar ao conjunto três cidades alemãs: Frankfurt, onde está instalado o Banco Central Europeu (BCE); Berlim, de onde age a chanceler alemã, Angela Merkel; e …

por em

Do que é feita a juventude Grega

Comecemos pelo local do crime, lugar de origem de todos os acontecimentos: a rua Misolongiou, minúscula artéria pedestre no coração de Exarchia, bairro central de Atenas. Alguns bares, árvores e dezenas de jovens sentados aqui e acolá, até mesmo no chão, bebericando cervejas. Sem copo, nem latas, mas em garrafas de meio litro, compradas no …

por em

Fascínio pelos polos

Se os polos desaparecessem? Bem, estaríamos em sérios apuros. Há muito tempo nos relacionamos – os polos e nós – e já fizemos tantas coisas juntos! Desde a escola, quando adorávamos desenhá-los em nossos cadernos com a ajuda de réguas e compassos; quando os localizávamos, podíamos então adicionar os Trópicos e a Linha do Equador, …

por em

A retórica do politicamente sustentável

Espalhados pelo grande anfiteatro do Museu Nacional de História Natural, em Paris, em 19 de outubro de 2010, sob placas que exibem nomes de grandes especialistas gravados em letras douradas, acotovelam-se representantes da Lafarge, Electricité de France (EDF), Areva, Total, Véolia, além de outros membros do Conselho Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (World Business for …

por em

Crise mundial e integração regional

A crise financeira internacional ameaça tornar-se mais aguda outra vez. Os governos, endividados com o resgate dos bancos privados em 2008, não conseguem pagar a dívida pública. Grécia e Irlanda foram os primeiros, agora Portugal e Espanha dão sinais de que podem ser os próximos. Nos Estados Unidos, a situação não é diferente, o novo …

por em

Olhando para o futuro

Le Monde Diplomatique Brasil– Queremos lhe pedir uma análise deste momento pós-eleitoral, das forças políticas presentes. Todos estão tentando interpretar para aonde vai a Dilma e o seu governo e o que significa, em termos de capacidade de governar, a aliança com o PMDB. Quais novidades podemos ter nas eventuais diferenças com o governo Lula? …

por em

Venezuela e Colômbia se aproximam

O controvertido acordo militar entre Colômbia e Estados Unidos, que gerou preocupação e crise na América do Sul, pode permanecer “congelado”, tal como está. Considerado peça fundamental para a manutenção da “lua-de-mel” em que vivem os governos dos presidentes da Venezuela, Hugo Chávez, e do colombiano, Juan Manuel Santos, o convênio, que foi tido como …

por em

Estamos Ficando Caretas?

LE MONDE DIPLOMATIQUE BRASIL – Como você vê o cenário atual da música pop brasileira, principalmente depois do VMB (Vídeo Music Brasil, da MTV) deste ano? LOBÃO – Olha, o que eu acho mais grave no Brasil é o culturalismo nacionaloide que existe. Esses Restart da vida, isso sempre existiu, é Menudo, é uma febre …

por em