Fevereiro 2020

Edição 151

R$ 18,00Comprar

ESTRATÉGIAS PARA O PARTIDO DEMOCRATA

As possibilidades abertas por Donald Trump…

Edição 151 | EUA

O processo de impeachment de Donald Trump começou a tramitar em janeiro no Senado, enquanto, a partir de 3 de fevereiro, iniciam-se as primárias que devem definir seu adversário nas eleições presidenciais de novembro. Ambos os eventos são dominados por suas ações, comentários e personalidade. Contudo, se alguns democratas têm como único programa combatê-lo, outros veem bem mais longe


EDITORIAL

Cadê o futuro?

Edição 151 | Brasil

O que acontece se as maiorias no Brasil se convencerem de que podem mudar as políticas públicas e a destinação dos recursos públicos? Esta não é uma crise qualquer, é uma crise do mundo do trabalho, com aprofundamento da desigualdade e da pobreza, precarização da vida, destruição do meio ambiente e violência se instalando sobre as instituições.


CAPA

Operações policiais no Rio de Janeiro: da lacuna estatística ao ativismo de dados

Edição 151 | Brasil

Quantas operações de incursão em favelas são realizadas? As próprias instituições policiais não sabem dizer, muito menos sua razão e seus resultados. Foi justamente para preencher essa lacuna que fizemos um levantamento inédito sobre as operações policiais no Rio de Janeiro, em série histórica


CAPA

Guerras prisionais e massacres cotidianos no Ceará

Edição 151 | Brasil

O governador Camilo Santana (PT) anunciou uma reforma administrativa e alterações substanciais na correlação de forças e doutrinas do governo cearense. Na prática, isso significou o alinhamento com sua política de segurança pública, voltada para uma forte e letal “guerra contra o crime organizado”, introduzindo doutrinas de choque dentro dos estabelecimentos penais


CAPA

Não seremos pauta, nós pautamos a nossa existência!

Edição 151 | Brasil

Portal Favela em Pauta, trabalhando com o conceito de “jornalismo profissional”, traz um olhar de dentro das favelas; um nítido contraste com a cobertura da imprensa tradicional


CAPA

Uma mídia antirracista na cobertura de violência do Estado

Edição 151 | Brasil

Os desafios do Alma Preta, uma agência de jornalismo independente com foco na temática racial


INIMIGOS COM INTERESSES COMUNS

No Iraque, a dança do sabre entre Estados Unidos e Irã

A febre baixou entre Washington e Teerã, mas os enfrentamentos podem reacender a qualquer momento por causa das manifestações no Irã, do calendário eleitoral norte-americano, do estado de desenvolvimento do programa nuclear da República Islâmica… ou simplesmente porque a rivalidade oferece fundamentos que organizam os dois países


DILEMA DA CASA BRANCA

Destruir Teerã ou conter Pequim?

Edição 151 | EUA

Por que Donald Trump ordenou o assassinato do general iraniano Qassim Suleimani? Quem ele consultou antes de se envolver nesse projeto perigoso? Sua decisão não foi unanimidade em Washington. Os falcões anti-iranianos são contrários porque para eles o Oriente Médio é um front secundário que desvia o país de seu principal problema: a Ásia e a China


DAMASCO E ANCARA DISPUTAM O ENCLAVE SÍRIO

O futuro suspenso de Rojava

A retirada das forças norte-americanas do norte da Síria, em outubro de 2019, permitiu que o Exército turco atacasse Rojava, o enclave onde populações curdas e árabes tentam colocar em prática os princípios de um comunalismo democrático. Agora, a sorte desse território depende cada vez mais das negociações entre Ancara, Damasco e Moscou


NO REINO UNIDO, CORBYN CAI NA ARMADILHA DO BREXIT

Entendendo a derrota do Partido Trabalhista

“Não é a derrota de um homem, mas de uma ideologia!” Para o ex-primeiro-ministro Tony Blair, o fracasso do Partido Trabalhista nas eleições gerais de 12 de dezembro de 2019 seria explicado por um programa “radical demais”. No entanto, existe outra análise que cerca melhor as dificuldades encontradas pela esquerda britânica…


TWITTER E GÁS LACRIMOGÊNEO

Os movimentos sociais na era digital

Os movimentos atuais assumem novas formas: manifestações e ocupações de massa e repentinas. Com variações em função das situações, apresentam-se como antiautoritários e horizontais. Mesmo que vejamos aparecer líderes e porta-vozes, nenhum deles os controla. São movimentos da era digital, mesmo quando essa característica não é suficiente para defini-los


LINGUAGEM VIOLENTA E SOLUÇÕES SIMPLISTAS GERAM MAIS ÓDIO E OPRESSÃO

Crescimento do populismo de direita

Sob o populismo de direita, a linguagem da violência desfila livremente como linguagem de guerra, com levantamento de muros, trincheiras e crescentes gastos em segurança pública, em detrimento de investimentos em educação ou cultura


NO BRASIL, UM REACIONÁRIO NA VANGUARDA DA GUERRA DE IDEIAS

O astrólogo que inspira Jair Bolsonaro

Edição 151 | Brasil

“Populista de direita”, amante das provocações, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, é por vezes apresentado como um “Trump tropical”, com quem ele partilha a imprevisibilidade. Mas sua ação não se resume às suas escorregadas, ela se baseia na ideologia formulada por um guru que por muito tempo permaneceu discreto


COPENHAGUE SEM PARA-BRISA

Quando a bicicleta reinventa uma cidade

Edição 151 | Dinamarca

Econômica, boa para a saúde e para o meio ambiente, a bicicleta voltou à moda. Mas ainda há um abismo entre a exaltação do veículo e o fornecimento de infraestrutura adequada para que ele seja utilizado. O sucesso de Copenhague mostra a importância de repensar a vida urbana a fim de construir uma rede coerente, prática e segura


A CONQUISTA DOS PARQUES NACIONAIS AFRICANOS

Proteção da natureza, safáris e bons negócios

Edição 151 | África

Antigo apanágio das companhias turísticas ocidentais, a natureza africana é cada vez mais cobiçada pelas organizações locais, especialmente pela sul-africana African Parks. A associação já administra dezesseis reservas do continente, misturando proteção ambiental e espírito empreendedor. Sua última conquista: o Parque de Pendjari, no Benin, onde turistas franceses foram sequestrados em 2019


IMPACTOS AMBIENTAIS E HUMANOS DO CRESCIMENTO

Explosões químicas em cadeia na China

Edição 151 | China

Os governantes chineses precisam encarar uma contradição: a indústria química é poluente e perigosa para a população, mas constitui um dos motores fundamentais do crescimento


UMA CONDIÇÃO PARA O ESTADO DE DIREITO

Reprimir as delinquências dos poderosos

De um lado, a ideologia securitária reforçando a repressão submetida às classes populares. De outro, política e justiça desinteressadas da criminalidade dos poderosos, sejam representantes do Estado ou de interesses privados. Longe de tornar a sociedade mais segura, esse desequilíbrio aumenta seu nível de injustiça e violência


FICÇÃO CIENTÍFICA

Zona de sonho coletivo

Edição 151 | França

Nossos futuros a nós pertencem. Ainda assim é preciso imaginá-los e torná-los contagiosos. Um coletivo de autores de ficção científica, ou mais ainda de “fricção científica”, escolheu criar ferramentas de libertação do imaginário e propagá-las


RESENHAS

Miscelânea