Dezembro 2010

Edição 41

R$ 14,90Comprar

EDITORIAL

Crise mundial e integração regional

Silvio Caccia Bava


INTEGRAÇÃO REGIONAL

Venezuela e Colômbia se aproximam

De olho no comércio com a Venezuela, o presidente colombiano decidiu “congelar” o acordo de bases militares com os Estados Unidos, buscando alternativas para dar continuidade ao convênio com o parceiro do norte sem prejudicar as relações na vizinhançaClaudia Jardim


IRÃ / AMÉRICA LATINA

Nem amigos nem inimigos. Só interesses

As relações que se estreitam entre Teerã e vários países da América Latina são parte de alianças circustanciais que fazem sentido no plano geopolítico, mas carregam grandes contradições e diferenças culturais que poderiam colocá-las em perigoNikolas Kozloff


AMÉRICA LATINA / AGRICULTURA

A Monsanto perde sua patente

Em prol da agricultura familiar, o Tribunal de Justiça Europeu deu ganho de causa à Argentina ao desautorizar a transnacional estadunidense Monsanto a cobrar direitos de patente sobre derivados da soja tratada com produtos da companhiaCarlos M. Correa


AMÉRICA LATINA / ARGENTINA

O futuro da economia argentina

A discussão que se instaurou na sociedade argentina sobre a situação econômica do país deixa de lado o essencial: uma definição das mudanças estruturais necessárias por trás dos problemas. O ano eleitoral que se inicia é propício para um debate sobre os rumos da dívida pública e a inflaçãoJulio C. Gambina


ECONOMIA MUNDIAL

Mitos e verdades da guerra cambial

Na última reunião do G20, a disputa entre as diversas moedas ficou evidente: Guido Mantega foi o primeiro a levantar a preocupação da valorização do real frente ao dólar e ao yuan. Em jogo, o crescimento econômico e a criação de empregos, que continuam dependendo de uma política mercantil protecionistaLaurent Jacque


SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

O Supremo de hoje é produto da nossa história

Nos últimos anos o Supremo Tribunal Federal, a mais alta instancia da Justiça, passou por várias reformas mas não deixou de ter características que remetem ao passado, como o personalismo de seus integrantes e a falta de trabalho em equipe. Produzir decisões coletivamente, essa é a reforma que tem que ser feitaEntrevista com Eros Grau


REFORMA TRIBUTÁRIA

Justiça fiscal é uma decisão política

No campo da arrecadação e aplicação dos recursos públicos se trava uma das mais persistentes lutas entre as classes. Aqueles mais agraciados na distribuição desse montante são justamente os mais articulados para empurrar a conta para os outrosMarcelo Porto Rodrigues


ONDA CONSERVADORA

Os anti-iluministas de hoje

A direita estadunidense, os nacionalistas religiosos em Israel e os islâmicos extremistas compartilham o postulado de uma modernidade diferente, que considera nação como uma comunidade unida, voltada a Deus, segura de uma existência objetiva e cujos motores são independentes da vontade individual e da razãoZeev Sternhell


DESMONTE DO ESTADO

Contra a “equidade”

Sob a justificativa de poupar o resto da sociedade de gastos desnecessários, o primeiro-ministro britânico decidiu aumentar as taxas de matrículas nas universidades. Sua próxima etapa é conhecida de antemão; os Estados Unidos já passaram por essa experiênciaSerge Halimi


ESTADOS UNIDOS

Crise desperdiçada

Barack Obama assumiu o poder, em 2008, com o intuito de mudar as políticas econômicas e sociais, e sua eleição foi recebida com grandes manifestações públicas de alegria. Agora, depois que seu partido levou uma surra nas eleições para o Congresso, é possível concluir que Obama desperdiçou um momento históricoEric Klinenberg e Jeff Manza


ESTADOS UNIDOS

A esquerda existe nos EUA

A esquerda estadunidense continua viva, tanto no interior como do lado de fora do sistema bipartidário. Mas está dividida: enquanto uma parte organizou o Fórum Social Mundial de Detroit, outra protestou contra os conservadores em WashingtonRick Fantasia


CRISE/EUROPA

A Alemanha prepara suas garras

No Conselho Europeu, a chanceler alemã, Angela Merkel, impôs uma revisão do Tratado de Lisboa, visando blindar juridicamente a perenidade do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira e preservar os interessesBernard Cassen


CRISE/EUROPA

Do que é feita a juventude Grega

Dois anos depois das revoltas de dezembro de 2008 e atolada em grave crise econômica, a Grécia não sabe como será seu futuro próximo. Há quem acredite que a violência gratuita nas ruas de Atenas deslegitimou os grupos anarquistas do país. O consenso geral é de que a situação social é explosivaAurel Daum e Pierre Daum


AQUECIMENTO GLOBAL

Fascínio pelos polos

As extremidades do planeta estão ameaçadas. No Polo Sul, os icebergs afundam no mar; no Polo Norte,o gelo derrete e os ursos brancos agonizam. Enquanto isso, os países vizinhos preparam-se para se beneficiar das riquezas minerais e petrolíferas que o derretimento dos bancos de gelo irá proporcionarGilles Lapouge


BIODIVERSIDADE

A retórica do politicamente sustentável

Durante o encontro mundial de Nagoya (Japão), as grandes empresas do Conselho Mundial para o Desenvolvimento Sustentável tentaram englobar a natureza em conceitos econômicos para justificar suas ações, muitas vezes contrárias ao meio ambienteAgnès Sinaï


POR SILVIO CACCIA BAVA

Olhando para o futuro

Com uma maioria confortável no Congresso, o novo governo eleito poderá operar mudanças que o governo Lula não teve condições de realizar. No entanto, as indicações são de que o projeto esenvolvimentista se imponha e se expanda regionalmente, mesmo fragilizando as relações com o meio ambiente e com os movimentos sociaisEntrevista com frei betto


PELA EQUIPE DE REDAÇÃO

Estamos Ficando Caretas?

João Luiz Woerdenbag Filho, o Lobão, recebeu a equipe do Le Monde Diplomatique Brasil em seu estúdio para uma entrevista polêmica, na qual falou de política, cultura pop, direito autoral, da apatia dos brasileiros diante dos problemas do país e sobre o que acredita ser um processo de caretização nacionalistaEntrevista com Lobão


MEIOS COMUNICAÇÃO E DEMOCRACIA

Maria Rita Kehl está fora de moda

A demissão de Maria Rita Kehl de O Estado de S. Paulo sugere que o problema não está somente em apoiar a política social do governo Lula contra a orientação política do jornal. Uma questão suplementar – e talvez mais séria – está em um texto que ressuscite perigosamente uma concepção “classista” da sociedadeFábio Salem Daie


MEIOS DE COMUNICAÇÃO E DEMOCRACIA

Quem tem medo dos Conselhos de Comunicação?

A polêmica em torno da criação desses instrumentos veio para manter uma confusão que já tem mais de 20 anos. A proposta de fundar Conselhos para a área de comunicação apareceu pela primeira vez de forma organizada no processo que resultaria na Constituição Federal de 1988 e nada tem a ver com censuraIntervozes


TECNOLOGIA

O espelho mágico do Facebook

O Facebook reflete a nossa época, egoísta e publicitária, preocupada com o marketing pessoal. Ele promove a experiência de estar em constante representação face a nossos amigos. E quanto mais a projeção eletrônica reflete a nossa personalidade, ou o nosso desejo, mais nos deixamos embriagar pelo seu reflexoPhilippe Rivière