Maio 2018

Edição 130

R$14,90Comprar

1968-2018

Maio, uma esperança no oceano

Edição 130 | França

 

Macron tinha previsto comemorar Maio de 68. Tal festa teria um sentido, mas contra o “velho mundo” que ele representa. Este velho mundo que, cinquenta anos depois, ainda se lembra do seu medo e pretende completar sua vingança.


EDITORIAL

Nossos sonhos não cabem nas vossas urnas

Edição 130 | Brasil

Se hoje não temos partidos políticos capazes de fazer essa oposição de caráter sistêmico, em diálogo e interação com os movimentos sociais, a história nos ensina que é na sociedade civil que se gestam essas rupturas. As mudanças transformadoras e progressistas são sempre populares.


PROTEÇÃO PATRIMONIAL E LETALIDADE

A intervenção de interesses privados na segurança pública no Rio de Janeiro

Edição 130 | Rio de janeiro

Circulam entre policiais e moradores de favelas rumores de que alguns chefes do tráfico estariam agora incentivando roubos e participando de seus lucros, em vez de reprimi-los. É a resposta a essa transformação que parece pautar as recentes iniciativas de reforço na segurança pública, que culminaram com a intervenção federal


ASSASSINATOS DE POLÍTICOS E DE MILITANTES SEM-TERRA

A volta da violência política no Brasil

Edição 130 | Brasil

Parecem longínquas as capas de revistas que prometiam ao Brasil um futuro radiante. Abalado por uma onda de violências, como o assassinato da vereadora socialista Marielle Franco, o maior país da América do Sul multiplica rupturas com a ordem constitucional, a ponto de certos direitos adquiridos após o fim da ditadura, em 1984, parecerem ameaçados. A começar pela liberdade de expressão e de escolher seus dirigentes


BANQUETE RURALISTA

Aos cuidados dos proprietários de terra

Edição 130 | Brasil

Com 235 deputados de 513 no total, e 27 senadores de 81, a bancada ruralista se mostra bastante empreendedora. De sua autoria estão iniciativas que aumentariam a violência no campo se aprovadas: um projeto de lei legalizando o porte de armas por produtores rurais; outro que propõe inscrever o MST e outros movimentos de trabalhadores do campo na lista de “organizações terroristas”


ESTADO É O MAIOR VIOLADOR DE DIREITOS HUMANOS

Democracia e barbárie

Edição 130 | Brasil

No Brasil pequeno e mesquinho da casa-grande, todos são iguais perante a lei, mas uns são mais iguais do que outros. E num país racista como o nosso, esses outros, com os quais se rompe eticamente e os quais não se reconhece como iguais em humanidade, são mulheres e homens negros das periferias e favelas. É sobre eles que a barbárie é dirigida e legitimada


UMA AGENDA URBANA QUE PARTE DAS CAMADAS POPULARES E NELAS SE SUSTENTA

Projetar cidades com a sociedade

Edição 130 | Brasil

Cabe às forças vivas, populares e democráticas o trabalho de reformular desde baixo o horizonte de superação desta crise, que é econômica, social e de representação. O BrCidades – um projeto para as cidades do Brasil que está sendo elaborado como elemento do Projeto Brasil Popular, da Frente Brasil Popular – parte dessa posição e vem crescendo muito


MUTAÇÕES

A outra margem da política

Edição 130 | Brasil

Durante os meses de maio e junho, pensadores brasileiros e franceses fazem conferências no Rio, em São Paulo, Belo Horizonte e Brasília sobre as mutações na política


QUEBRA-CABEÇA GEOPOLÍTICO

O que os russos querem no Oriente Médio?

Edição 130 | Oriente Médio

Ao decidir intervir militarmente na Síria, em setembro de 2015, Moscou salvou o regime de Bashar al-Assad, permitindo que ele retomasse a maior parte do território perdido. O Kremlin se esforça para impor sua visão de um ordenamento político, mantendo um equilíbrio nas relações com todos os atores envolvidos: ocidentais, turcos, israelenses, sauditas e iranianos


OS IMPASSES DA ESQUERDA NORTE-AMERICANA

Como o Russiagate cega os democratas

Edição 130 | EUA

Para justificar a derrota nas eleições de 2016, os democratas levantam razões de todo tipo: a ilegalidade do sistema eleitoral, as fake news ou então os russos, acusados de conluio com o presidente Donald Trump. O foco em Moscou oculta as verdadeiras causas da derrota, especialmente o programa econômico defendido pelo partido


ESTADOS UNIDOS

Democratas e a inovação como religião

Edição 130 | EUA

O tipo de progressismo que reina em Massachusetts nestas últimas décadas não é o de Franklin Roosevelt nem o do sindicato dos operários da indústria automobilística. Os colarinhos-brancos superdiplomados, mesmo quando votam nos democratas, não estão realmente preocupados com as gigantescas remunerações dos vencedores da sociedade


COMPARTILHANDO A PRECARIZAÇÃO

A uberização da Uber

Edição 130 | Brasil

Daniele era motorista profissional, contratada por Michel para servir sua família. Seu trabalho seguia todas as regras trabalhistas, como jornada de oito horas diárias e registro em carteira. Entretanto, nas horas em que estava a trabalho e sem atividades específicas com a família de Michel, Daniele era obrigada a realizar corridas como motorista de Uber…


DESDOBRAMENTOS DO CASO FACEBOOK-CAMBRIDGE ANALYTICA

É preciso acabar com o tráfico de dados

Por muito tempo, os Estados toleraram todas as infrações cometidas pelas indústrias digitais, seja em termos de fiscalização, propriedade intelectual ou vida privada. Era preciso ser “rápido e quebrar coisas”, nas palavras de Mark Zuckerberg. Mas a correlação de forças mudou. A questão não é mais saber se a atividade desses grupos será regulamentada, mas como


FACEBOOK E CAMBRIDGE ANALYTICA

Tudo ia bem. Já não vai mais

Edição 130 | EUA

O domínio e a manipulação das informações pessoais levavam ao poder uma personalidade educada, distinta, progressista e liberal. Quatro anos depois, Hillary Clinton entrou em campanha…


UMA EXPERIÊNCIA EM COMUM PARA MANIFESTANTES DO MUNDO INTEIRO

Gás lacrimogêneo, lágrimas de ouro

Como os manifestantes franceses – os de Maio de 68, mas também os de hoje –, os ativistas de todo o mundo compartilham uma experiência comum: a inalação de gás lacrimogêneo. Em um século, essa arma apresentada como inofensiva impôs-se como ferramenta universal de manutenção da ordem


A EXPULSÃO DE PALESTINOS EM 1948

Israel assombrado pela Nakba

Edição 130 | Israel

Em maio começam as celebrações do 70º aniversário de criação do Estado hebreu, ocasião para o povo palestino lembrar a catástrofe vivida em 1948 e reivindicar o direito de retorno dos refugiados, previsto pelas resoluções da ONU. Em Gaza, os manifestantes que enfrentam as balas dos soldados israelenses militam por essa exigência de justiça


A APROPRIAÇÃO DOS OCEANOS

A pilhagem de peixes da África

Edição 130 | África

A intensa exploração dos oceanos coloca em perigo a reprodução de diversos peixes. Na África, a grilagem de águas por barcos de arrasto franceses, espanhóis, chineses, coreanos, japoneses e russos ameaça a segurança alimentar do continente. As embarcações operam legalmente por causa de acordos que abrem as zonas costeiras aos navios de países ricos


UM PANORAMA CLÍNICO DA CRISE

A austeridade deteriora a saúde mental dos gregos

Edição 130 | Grécia

Enquanto a greve dos transportes terrestres e aéreos, das escolas e dos hospitais paralisava o país, o Parlamento grego aprovava em meados de janeiro um novo pacote de austeridade. A medida exigida pelos credores deve permitir o pagamento de 4,5 bilhões de euros. Os efeitos desse tipo de arrocho sobre a população são hoje bem mais conhecidos


DEBANDADA DA UNASUL

Ascensão e queda da América do Sul

Edição 130 | América do Sul

Ainda que o ataque à Unasul não signifique seu fim, ele não deixa de ser um indicativo de que existem motivações claramente políticas por trás da posição tomada pelos seis países que decidiram suspender sua participação


AMÉRICA LATINA

Empresários no poder

Edição 130 | América Latina

Na América Latina, os proprietários de grandes empresas arrebanham os cargos mais altos do Executivo: a presidência da Argentina, do Chile, do Paraguai, do Peru… Estudo confirma a ampla super-representação atual das elites econômicas também no seio do poder político legislativo


ARTE E POLÍTICA

“Seu sofrimento não é como o meu”

Edição 130 | EUA

Mesmo que a controvérsia atual em torno da “apropriação cultural” definitivamente traduza apenas a reivindicação de uma espécie de “renda racial” por uma pequena fração da burguesia negra, na realidade ela beneficia toda a burguesia – e, portanto, principalmente os brancos


ENTREVISTA MARTINHO DA VILA

Tenho um pensamento sempre otimista

Edição 130 | Brasil

Aos 80 anos, o sambista Martinho da Vila afirma que debate racial acontece, mas ressalta que situação do negro no país está distante do ideal