Um ícone do jornalismo

Em 3 de fevereiro de 2019, durante a transmissão do Super Bowl pela CBS, os intervalos comerciais custaram US$ 5,25 milhões por uma mensagem de trinta segundos. O Washington Post reservou um spot de um minuto, lido pelo ator Tom Hanks – ou seja, sua transmissão custou mais ou menos o volume de negócios anual …

por em

Relato da vivência na universidade pública de quem não é um idiota útil

Era outubro de 2008. Os pequis, frutos típicos do Cerrado, já estavam caindo do pé com cheiro e sabor marcantes, sol forte – 40 °C –, como é de costume por aqui. Esse é o Tocantins, o mais novo estado do Brasil, com apenas trinta anos, localizado no Norte do país, no centro geodésico, antigo …

por em

Agadèz, o muro anti-imigração da Europa

Um suave torpor envolve a rodoviária de Agadèz nesta manhã de quarta-feira. A estação quente se aproxima. No amanhecer, um véu de poeira caiu sobre a cidade. Mas não é a meteorologia que explica a escassez de viajantes. “Não há mais viajantes há muito tempo”, lamenta um atendente. “As pessoas que vão para o norte …

por em

O Sudão e a Argélia reacenderam a chama da Primavera Árabe?

Nos últimos meses, as notícias vindas do mundo árabe voltaram a ser dominadas por imagens de mobilizações populares que lembram a onda de choque revolucionário que sacudiu a região em 2011. Revoltas se iniciaram no Sudão, em 19 de dezembro 2018, e na Argélia, com as grandes marchas da sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019. …

por em

Um grande debate… à cubana

Eles estão por todos os lados: nos elevadores, nas portas de entrada e a cada andar das escadas de edifícios. Sempre o mesmo anúncio: “Consulta popular. Reunião de todos os cidadãos”. No dia estabelecido, bancos e cadeiras estavam a postos nos Comitês de Defesa da Revolução (CDRs) – organizações encarregadas de acompanhar a vida cotidiana1 …

por em

“A Venezuela é a grande questão da América Latina no século XXI”

Para escrever uma série de reportagens sobre a crise na Venezuela, Jon Lee Anderson, escritor e repórter especial da revista The New Yorker, circulou por três continentes de fevereiro para cá: ouviu negociadores venezuelanos em Londres, entrevistou assessores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Washington, e finalmente viajou a Caracas em maio para …

por em

Simulacros: a hiper-realidade do extermínio

Um dos pontos mais polêmicos do “pacote anticrime” proposto pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, é a ampliação das previsões do que seria a legítima defesa nos casos de ação policial e/ou militar letal. Outrora chamados “autos de resistência”, no Rio de Janeiro, e “resistência seguida de morte” em São Paulo, os casos registrados como …

por em

“Não tínhamos dinheiro nem para comprar um bebedouro”

“Quando foi que todo mundo virou socialista?”, perguntou recentemente, na capa, a revista New York. Para muitos jovens norte-americanos, constatava esse periódico da moda, “apresentar-se como socialista parece mais sexy que exibir qualquer outro qualificativo”.1 A mudança pode surpreender. Durante a segunda metade do século XX, era preciso ser masoquista para se dizer adepto dessa …

por em

Socialismo nos Estados Unidos: por que hoje?

Em entrevista recente na CNBC (6 maio 2019), Bill Gates insinuou que o entusiasmo suscitado por personalidades políticas como o senador Bernie Sanders e a deputada por Nova York Alexandria Ocasio-Cortez, que defendem ideias “socialistas” no seio do Partido Democrata, não o assusta de modo algum. A concepção que eles têm do socialismo exprimiria, segundo …

por em

Safe city, ou o governo dos algoritmos

  No dia 28 de dezembro de 1948, no Le Monde, o lógico Henri Dubarle publicou um dos primeiros artigos consagrados aos novos computadores aperfeiçoados nos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial. De início, tentou antecipar os efeitos políticos daquilo que logo seria chamado de informática. A cibernética balbuciava e o capitalismo de vigilância …

por em

Urbanismo à deriva

A França se destacou durante muito tempo por sua gestão do setor da construção e do planejamento, resultado do forte compromisso do Estado e das coletividades locais, ao mesmo tempo reguladoras, construtoras, financiadoras, administradoras… Ora, já faz alguns anos que esse sistema passou a correr riscos por causa de diversos dispositivos que, frequentemente testados sob …

por em

Antissemitismo, o golpe final

A polêmica em torno do antissemitismo que infestaria o mundo político britânico ultrapassou as fronteiras do Reino Unido. O parágrafo inicial de um artigo recente do The New York Times combinou o “profundo antissemitismo” do Partido Trabalhista com a profanação de um cemitério judeu na França para sugerir que o ódio aos judeus “constitui o …

por em

Nacionalismo europeu acha seu arauto

  A Itália tem um novo homem forte. Na opinião de muita gente, até um novo salvador. Em Roma, o verdadeiro chefe do governo não é o presidente do Conselho, Giuseppe Conte, nem o vencedor das últimas eleições gerais, o líder do Movimento Cinco Estrelas (M5S), Luigi Di Maio. O verdadeiro chefe do governo é …

por em

O mito de que o comunismo é contra a propriedade privada

“Horrorizai-vos porque queremos abolir a propriedade privada. Mas em vossa sociedade a propriedade privada está abolida para nove décimos de seus membros. E é precisamente porque não existe para esses nove décimos que ela existe para vós. Acusai-nos, portanto, de querer abolir uma forma de propriedade que só pode existir com a condição de privar …

por em

A resistência LGBTI+ e a política de morte bolsonarista

A narrativa de ódio que chegou ao poder arrasando com políticas sociais, culturais e educacionais, extinguindo direitos de trabalhadores e perseguindo índios, negros, mulheres e LGBTI vai sofrer sua primeira derrota pública: a criminalização da LGBTfobia. Exatamente a população que eles colocaram no centro de seus discursos, criados para nos colocar como inimigos no consciente …

por em

“Nossos filhos não vão ser estatística”

Há aproximadamente cinco anos, as redes sociais uniram mães de pessoas LGBTQIA+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros, queer, intersexo e assexual) preocupadas com a violência e com o discurso LGBTfóbicos, discurso esse muitas vezes proferido por autoridades – inclusive, e muito especialmente hoje em dia, pela maior delas! Nascia a Mães pela Diversidade. Hoje …

por em

Os direitos LGBT sob o governo Bolsonaro

O Brasil é comumente representado como um país que não apenas tolera, mas também proclama e até mesmo valoriza suas diversidades. Prevalece, no senso comum e em alguns saberes especializados, a narrativa autocomplacente de uma nação paradisíaca construída pelas misturas e diferenças. Afinal, a maior instituição brasileira, apesar de todas as crises que insistem em …

por em

Miscelânea

SINTOMAS MÓRBIDOS: A ENCRUZILHADA DA ESQUERDA BRASILEIRA Sabrina Fernandes, Autonomia Literária Normalmente, quando pensamos no sintoma de uma doença – uma tosse persistente, por exemplo –, pensamos na relação entre um grande problema, a infecção nas vias respiratórias, e um pequeno problema, a tosse. Contudo, do ponto de vista de causas e efeitos, a tosse, …

por em

Idiotas úteis

Poucos sabem que o governo federal, no ano de 2017, deixou de arrecadar R$ 270,4 bilhões por conceder isenções tributárias a empresários de vários setores da economia. Se somarmos às isenções tributárias outros benefícios financeiros e creditícios, a conta chega a R$ 373,3 bilhões em 2017.1 A isenção fiscal se dá quando o governo abre …

por em

Um capricho norte-americano

  Um Estado que, sem motivo concreto, rompe um acordo internacional de desarmamento negociado durante muito tempo pode depois ameaçar de agressão militar outro Estado signatário? Pode ordenar aos outros países que se alinhem com suas posições caprichosas e belicosas, pois do contrário sofrerão também sanções exorbitantes? Quando se trata dos Estados Unidos, a resposta …

por em