Agosto 2009

Edição 25

R$14,90Comprar

Estratégia Nacional de Defesa

Garantir a soberania e os recursos naturais

A nova Estratégia de Nacional de Defesa foi elaborada com a intenção de deter o processo de desmonte das Forças Armadas. A ideia é que o país disponha de capacidade militar para dissuadir um possível ataque, o que sem dúvida tem um custo com o qual o Estado deve arcar mesmo em situações de pazGeraldo Lesbat Cavagnari Filho


Estratégia Nacional de Defesa

O PAC das Forças Armadas

Depois de um período em que as Forças Armadas passaram a pão e água, nos anos 1990, o governo brasileiro lança a Estratégia Nacional de Defesa, que tem como um dos seus pilares dinamizar a indústria bélica para atender as necessidades nacionais e exportar armas e equipamentos principalmente para a América do SulSilvio Caccia Bava


Crise política em Honduras

Por trás do golpe

No final do século XX, os países hegemônicos impuseram à América Central e Honduras um novo futuro: seriam “democracias” e assinariam tratados comerciais desiguais. Porém, quando Manuel Zelaya Rosales assumiu a presidência ele não se ateve a esse plano e colocou o país no rumo da Alba, contrariando interesses poderososJuan Almendares


Crise política em Honduras

Posições ambíguas na reação internacional

Manifestando-se a favor “do retorno imediato do presidente Zelaya ao posto e às funções que a soberania popular lhe outorgou”, o presidente da Assembleia Geral da ONU afirmou que “nenhuma outra opção será aceitável para a comunidade internacional”. Porém, em Washington, fortes pressões vão em outro sentidoMaurice Lemoine


Violência na China

Uigures, entre a modernidade e a repressão

Ninguém poderia ter imaginado que um enfrentamento interétnico tão violento estava prestes a ser deflagrado. Contudo, já era possível perceber a cólera que tomava a comunidade uigur, sempre humilhada e alvo constante de assédio. Minoria muçulmana, seus membros enfrentam condições desiguais de sobrevivência na China hanMartine Bulard


Modelo de desenvolvimento

A felicidade como uma questão política

As múltiplas crises geradas pela dinâmica do modelo de desenvolvimento vigente abrem uma nova discussão: reduzir o crescimento, ou até mesmo diminuir a produção, e conseguir atender a todos. Para os defensores do decrescimento, o desafio é viver melhor com menosEric Dupin


Especulação financeira

Madoff, o maior trapaceiro de todos os tempos

O caso explodiu em dezembro de 2008, quando o financista nova- iorquino confessou jamais ter investidoum centavo dos aportes confiados à sua sociedade. Sem dúvida, a “guerra contra o terrorismo” e a ideologia da autorregulação do mercado contribuíram para deixar os crimes de colarinho branco em segundo planoIbrahim Warde


Saídas para a crise

Na Flórida, muitas maneiras de recomeçar

Sem emprego e despejada de suas casas por não pagar a hipoteca, parte da população dos Estados Unidos busca meios para sobreviver à crise econômica. De plantação de maconha à fundação de um movimento de ocupação de prédios inspirado nos sem-terra do Brasil, tudo aparece como alternativa para superar as dificuldadesOlivier Cyran


Trabalho

Quem bate à porta? É o desemprego!

A crise atingiu a todos, mas de forma mais intensa os assalariados sem carteira de trabalho assinada, que estão, em grande medida, empregados em micro e pequenas empresas, nos serviços domésticos e pessoais. Contudo, há sinais de que a economia real voltou a criar postos de trabalho, melhorando o cenário para 2010Clemente Ganz Lúcio


Disputa regional

Democracia no mundo árabe

Além do tradicional nacionalismo pós-colonial, fossilizado nos regimes autoritários, e das formas de resistência que se exprimem nas organizações islamitas, existe também outro movimento entre os árabes: o secular. Atualmente, estas três vertentes disputam a região, cujo futuro pós-crise econômica permanece indefinidoHicham Ben Abdallah El Alaoui


Conflito Israel-Palestina

Um olha sul-africano sobre a segregação

Durante o apartheid, a África do Sul estreitou seus laços políticos, econômicos e militares com Israel. Com o fim do regime de segregação, os sul- africanos se solidarizaram com a causa palestina, identificando semelhanças entre a opressão praticada pelos israelense e aquela sofrida pelos negros até os anos 1990Alain Gresh


Nas encostas do Himalaia

Everest, um negócio lucrativo

No início da década de 1990, a frequência de turistas escalando as encostas do Himalia aumentou radicalmente. A grande maioria dos candidados à subida, em geral alpinistas inexperientes e até mesmo novatos, almeja o topo do mundo por motivações puramente individuais e paga caro para realizar seu desejoFrançois Carrel


Comportamento

Os adolescentes se despem na internet

Para alguns, a realidade de uma juventude que se expõe ao mundo em fotos sensuais e vídeos de sexo explícito representa a perda “do pudor”. Para outros, o temor maior é que o novo costume atraia os pedófilos. Quem adota essa prática, porém, está apenas preocupado em obter uma audiência maior para a sua vida privadaAlejandro Margulis


EDUCAÇÃO

A homossexualidade nas escolas elementares

Recentemente, a Inglaterra adotou no ensino primário uma postura de aceitação do homossexualismo, apresentada por meio de histórias infantis com o objetivo de evitar futuras discriminações. O assunto, que exige uma reflexão mais profunda, é sinal de um novo momento históricoRuy César do Espírito Santo


Direitos humanos

A luta armada e a violência das ditaduras

Não há déficit de democracia no Brasil se considerarmos a competição partidária, voto secreto e universal, a renovação periódica dos governantes e presença de oposições. Contudo, no âmbito deste amadurecimento democrático é lastimável a forma como José Sarney alude aos movimentos que participaram da luta armadaLúcio Kowarick


Comunicação / América Latina

Telesur e as mentiras da imprensa privada

Fundada há cinco anos pelos governos de Venezuela, Argentina, Cuba e Uruguai, a rede de televisão Telesur nasceu com objetivo de se colocar na contracorrente da mídia comercial. Convidado a participar o Brasil continua resistente, ainda que canais locais do Rio de Janeiro e do Paraná já retransmitam o sinal da emissoraElson Faxina


Conferência Nacional de Comunicação

O controle da mídia em debate

Previsto para o final desse ano, o encontro permitirá a realização de um debate público representativo sobre os rumos da comunicação de dimensão inédita no país. Estarão em pauta alguns temas fundamentais, como as concessões de rádio e TV e o novo marco regulatório para a convergência tecnológicaIntervozes


Artes plásticas

Excesso de imagens

Erro não é um artista maldito: inúmeras exposições e retrospectivas de sua obra já rodaram o mundo. Contudo, ele ainda é desconhecido para o grande público e poucos notam a amplitude, a diversidade e a profusão desmedidas de sua criação, em que a subversão se dá pela desordem e pela exasperaçãoGuy Scarpetta


Entrevista

Palavras memoráveis

Descrever a vida com extremo realismo pode ser perigoso. Grégoire Bouillier que o diga: sua primeira obra, um relato pessoal de 40 anos de vida, quase lhe rendeu um processo dos próprios pais. O escritor, que esteve no Brasil para lançar seu segundo livro, O convidado surpresa, concedeu-nos uma entrevista exclusivaMaíra Kubík Mano


Editorial

O funil da informação

Silvio Caccia Bava