Novembro 2020

Edição 160

R$ 18,00Comprar

MÁQUINA DE ÓDIO

“Nada vem sendo feito há trinta anos”

Já confrontada com angústias sanitárias, ecológicas, econômicas e sociais, a sociedade francesa precisa lidar também com uma série de golpes sob a forma de atentados terroristas. Querem então mobilizá-la para a “guerra”. Mais uma.


EDITORIAL

Para você que vai votar!

Edição 160 | Brasil

Esses acontecimentos, pouco divulgados por aqui, dizem alguma coisa. Que a cidadania, quando mobilizada, garante a democracia e faz prevalecer os interesses das maiorias.


CAPA

O poder local tem papel crucial na reconstrução da democracia

Edição 160 | Brasil

Desde o fortalecimento da extrema direita, a partir de 2016, os embates em favor da democracia se fizeram urgentes. Contudo, a agenda política progressista parece não ter dado a devida importância às conexões entre a questão municipal, a questão democrática e as políticas urbanas


DESPERSONALIZAÇÃO E POSITIVAÇÃO

A direita disputa Fortaleza

Edição 160 | Brasil

A entrada de Bolsonaro na disputa municipal de Fortaleza ocorreu no início de outubro. Em live transmitida no dia 8, o presidente afirmou: “Em Fortaleza tem um capitão lá. Se Deus quiser vai dar certo, já está na frente”, numa clara referência ao Capitão Wagner, que despontou em primeiro lugar nas pesquisas


DIREITA AVALIA APOIO DE BOLSONARO

Porto Alegre e suas contradições eleitorais

Edição 160 | Brasil

Não há dúvida de que Porto Alegre fez uma virada à direita no século XXI, mas é preciso pontuar dois aspectos: há um eleitorado de esquerda e centro-esquerda expressivo na cidade e o município – assim como o estado do Rio Grande do Sul – nunca elegeu governadores e prefeitos da extrema direita


“NÃO HÁ NADA MAIS CONSERVADOR DO QUE UM LIBERAL NO PODER”

O conservadorismo pernambucano: uma breve história

Edição 160 | Brasil

Na capital pernambucana, a forma mais sofisticada de a oligarquia se manter no poder foi incorporar parte das lutas da esquerda como plataforma política


À DIREITA NO RIO

Armas, privatizações e tribunais

Edição 160 | Rio de janeiro

As principais propostas dos seis candidatos mais à direita na disputa para a prefeitura do Rio de Janeiro: Eduardo Paes, Marcelo Crivella, Paulo Messina, Glória Heloíza, Luiz Lima e Fred Luz


PERSPECTIVA DESOLADORA NO REDUTO DA ESQUERDA

Salvador tem direita para todos os gostos

Edição 160 | Bahia

Com o sucessor do prefeito ACM Neto na liderança, a direita tem ainda um candidato bolsonarista e outro que está na base de apoio do governador Rui Costa, do PT


INCIDIR NA CLASSE TRABALHADORA, MAS SEM ORGANIZÁ-LA

A direita popular em São Paulo

Edição 160 | São Paulo

A direita popular, de Ademar de Barros, Jânio, Maluf e Russomano, está numa encruzilhada: confirmará sua decadência ou ocupará o lugar da esquerda na polarização eleitoral?


O IMPACTO DA PANDEMIA SOBRE OS PAÍSES POBRES

No Terceiro Mundo, o confinamento é devastador

Edição 160 | Mundo

Com a pandemia de Covid-19, o planeta vive a crise econômica mais grave desde o período entreguerras. Explosão do desemprego, insegurança alimentar, evasão escolar… Se os efeitos do “grande confinamento” são sentidos em toda parte, eles são multiplicados nos países pobres, onde o setor informal, desprovido de proteção social, prevalece


O LUGAR DOS ESTADOS UNIDOS

A nova ordem mundial que se aproxima

Edição 160 | EUA

A maioria dos Estados europeus deseja a vitória de Joe Biden nas eleições norte-americanas. Eles imaginam que ela favoreceria o retorno a uma ordem mundial menos caótica. Entretanto, a identidade do locatário da Casa Branca e as escolhas diplomáticas dos Estados Unidos não são determinantes para os equilíbrios estratégicos como já foram


COMO A COVID-19 REMODELA A ECONOMIA

Uma pandemia, dois futuros

Edição 160 | Mundo

Quase um ano após a irrupção da Covid-19, o mundo permanece indefeso diante da pandemia. As medidas tomadas para contê-la provocaram uma crise tripla: econômica, política e civil. Duas tendências pesadas se apresentam: o triunfo das indústrias digitais e o retorno do Estado como controlador do capitalismo. Dois movimentos complementares…


CONFLITOS DE INTERESSE E DESCONFIANÇA

Uma medicina influenciável

Edição 160 | França

A França enfrenta a segunda onda de Covid-19 em um clima de ceticismo e desânimo. A desconfiança causada pela negligência e pelo autoritarismo do poder público torna ainda mais árdua a saída de uma crise profunda. A incerteza não poupa nem o saber médico, suspeito de sucumbir às influências políticas, midiáticas e, sobretudo, econômicas


UMA TRANSIÇÃO ENERGÉTICA MAL CONDUZIDA

A Polônia apega-se ao seu carvão

Edição 160 | Polônia

Último país da União Europeia a se opor ao objetivo de uma neutralidade de carbono em 2050, a Polônia continua dependente do carvão, que fornece mais de 80% de sua eletricidade. A posição explica-se mais pela estruturação da economia e pelas reformas feitas desde 1989 do que por uma preocupação popular menos forte do que em outros lugares a respeito das mudanças climáticas


MERCADO DE TOLOS

PPPs, as “privatizações disfarçadas” na África

Edição 160 | África

Em reunião virtual entre ministros e empresários, em 15 de setembro de 2020, o Banco Africano de Desenvolvimento decidiu promover as parcerias público-privadas (PPPs) para relançar as economias castigadas pela crise sanitária. A experiência mostra, no entanto, que, destinadas a atrair capital privado, as PPPs na verdade sobrecarregam o orçamento público


UMA NOVA GERAÇÃO DE FEMINISTAS

A revolta das sul-coreanas

Edição 160 | Coréia do Sul

Por trás da fachada moderna e do impulso das novas tecnologias, a Coreia do Sul permanece uma sociedade muito machista, onde as mulheres devem ser devotas à sua família. Entretanto, em outubro, o governo apresentou um projeto de lei que autoriza o aborto, uma proposta que as feministas julgam muito tímida, enquanto as jovens militantes preparam a revolta


“ELES NÃO ESTÃO BRINCANDO...”

Mistérios e o poder da frota pesqueira chinesa

Edição 160 | China

Ninguém sabe exatamente quantos navios tem a frota pesqueira chinesa. Mas não há dúvida de que essa armada, que cruza todo o planeta, é maior do que qualquer outra, tanto em termos de porte quanto de raio de ação. Para o governo chinês, ela tem um papel crucial, seja alimentando seu povo, seja posicionando suas peças no tabuleiro geopolítico


A CAPITAL RUSSA QUER RENOVAR SUA IMAGEM

Moscou sonha se tornar uma “cidade global”

Edição 160 | Russia

Há dez anos a capital russa preocupa-se com sua comunicação. Adepta do marketing urbano moderno, a cidade pretende, como outras metrópoles mundiais, seduzir investidores e diretores de multinacionais. Mas essa política não dissimula a intervenção do Kremlin, a serviço da intensificação das desigualdades territoriais


“O ÊXITO DO CLUBE SE BASEIA NO SOCIALISMO”

Em Liverpool, o futebol como definidor da identidade

Edição 160 | Reino Unido

Para seus torcedores, o Liverpool Football Club é o emblema de uma cidade orgulhosa de sua singularidade, ao mesmo tempo popular, aberta para o mundo e desafiadora em relação ao resto do país. No controle do clube há dez anos, os proprietários norte-americanos cultivam cuidadosamente essa imagem, que seduz para além das fronteiras da cidade


RESENHA

Miscelânea